Mike Segar/Reuters
Mike Segar/Reuters

Peter Green, guitarrista do Fleetwood Mac, morre aos 73 anos

Nascido em Londres, Green foi um dos quatro membros originais da banda fundada em 1967

Reuters, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2020 | 16h47

O guitarrista do Fleetwood Mac e co-fundador do influente grupo de rock, Peter Green, morreu neste sábado aos 73 anos, informou a Associated Press, citando uma declaração dos advogados de Green.

O escritório de advocacia Swan Turton disse em comunicado que Green morreu enquanto dormia, informou a AP. A empresa não respondeu imediatamente ao pedido de comentário da Reuters.

Green, nascido em Londres, foi um dos quatro membros originais da banda fundada em 1967 e foi um dos oito membros a serem introduzidos no Hall da Fama do Rock and Roll em 1998.

Homenagens dos colegas de rock britânicos de Green e fãs admiradores apareceram no Twitter no sábado, lembrando-o como um dos guitarristas mais talentosos de sua geração.

“Um artista que eu realmente amei e admirei ... Ele era um cantor de tirar o fôlego, guitarrista e compositor”, twittou David Coverdale, vocalista da banda britânica de rock Whitesnake.

“Deus abençoe o inefável Peter Green, um dos heróis pouco celebrados da integridade musical, inovação e espírito”, twittou o cantor e compositor britânico Cat Stevens.

Green deixou a banda em 1970, na época em que usava drogas psicodélicas e lutava contra a esquizofrenia, segundo o site da Fleetwood Mac.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaFleetwood MacrockPeter Greene

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.