Pete Doherty se declara culpado por porte de drogas

O cantor britânico Pete Doherty se declarou nesta sexta-feira culpado diante de uma juíza em cinco acusações por porte de drogas, após sua prisão na quinta-feira em Londres, por supostamente possuir substâncias ilegais, informaram fontes judiciais.O vocalista da banda pop Babyshambles, noivo da modelo britânica Kate Moss, segundo noticiaram tablóides, se reconheceu culpado diante do tribunal de Támesis, no leste de Londres, por possuir heroína, cocaína e maconha.Não é a primeira vez que Doherty, de 27 anos, que atualmente está se submetendo a um programa de desintoxicação por ordem judicial, comparece diante de um juizado por possuir drogas.A juíza advertiu o músico na audiência desta sexta-feira, que ele poderá ser condenado à prisão. A definição da sentença foi adiada para o próximo dia 4 de setembro, quando será revista a pena imposta em abril passado por posse de drogas pesadas.Segundo a juíza, todas as opções da sentença estão abertas, o que também "inclui a possibilidade de prisão".Além de sua carreira musical e de seus problemas com as drogas, Doherty ficou famoso pela relação de altos e baixos que mantém com a principal modelo britânica, Kate Moss, de 32 anos.

Agencia Estado,

18 de agosto de 2006 | 15h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.