Pete Doherty contabliza sete acusações por porte de drogas

Pete Doherty, vocalista da banda Babyshambles e ex-namorado da modelo britânica Kate Moss, recebeu sete acusações por porte de drogas entre os meses de dezembro e janeiro, informou hoje a polícia britânica Scotland Yard.Pete, que foi detido várias vezes por consumo e posse de entorpecentes, a última delas no dia 27 de fevereiro, em Birmingham, centro da Inglaterra, deverá comparecer quinta-feira a um tribunal de Londres, disse a fonte policial.Em sua última estadia na prisão, Pete, de 26 anos, foi solto depois de pagar uma fiança. Ele foi acusado por porte de drogas da classe A, as mais pesadas, e de roubar um carro, em Londres. Ainda este ano, de 27 de janeiro a 8 de fevereiro, o músico esteve na prisão, também por porte de drogas.No início do mês passado, Pete foi condenado a 12 meses de trabalho comunitário e intimado a participar de um programa de desintoxicação, com a advertência de que, se descumprisse a ordem, poderia ser preso. O músico e sua ex-namorada, Kate Moss, foram flagrados usando cocaína em um estúdio, em setembro do ano passado. O escândalo fez os dois serem obrigados a depor em Londres e a modelo acabou perdendo importantes contratos publicitários. As fotos do casal foram publicadas pelo tablóide britânico Daily Mirror.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.