Pearl Jam sai com a bandeira do Brasil nas costas

No encerramento do segundo show do Pearl Jam no Pacaembu, o vocalista Eddie Vedder se despediu com a bandeira do Brasil nas costas. Não houve ocorrências graves e a entrada dos 40 mil fãs foi tranqüila. Terminando pouco mais tarde que o previsto, às 21h40, Vedder agradeceu, ironicamente, à vizinhança, que liberou um show tão barulhento.Durante o show Vedder demonstrou que estava curtindo a viagem ao país, e disse logo no começo: "finalmente estamos no Brasil. Nós nos perguntamos por que não viemos antes, que droga! Estávamos pensando...", disse Vedder, diante da multidão que delirou ao som dos hits da banda. Com tanta animação, eles foram obrigados a voltar várias vezes ao palco. Vedder declarou que "a noite de ontem foi especial, mas vocês de hoje são um público muito melhor". Destaque para Black, o grande clássico da banda que foi quase interminável, pois o público não deixava que parassem, além de Jeremy e Daughther. O imprevisto ocorreu no primeiro bis, quando Vedder voltou ao palco com sua gaita e tentou tocá-la junto com a guitarra num solo de You got to hide your love away, mas a gaita quebrou. "Eu juro que quebrou", disse ele. O vocalista do Pearl Jam se esforçou para falar várias frases em português macarrônico, como: "estivemos em São Paulo pela primeira vez há sete anos com os Ramones, sentimos muitas saudades de Johnny e eu sei que vocês também devem sentir. Eles amavam o Brasil".Vedder se empolgou tanto, enquanto bebia uma garrafa de vinho no gargalo, que desceu do palco e cantou no chão, na área destinada aos fotógrafos. Teve até espaço para o clássico Keep on rocking in the free world, cover do Neil Young. Encerrou com "obrigado por esses dois dias, não consigo pensar num jeito de agradecer mais a vocês. Nos vemos no ano que vem". Seguiram direto para o aeroporto de Congonhas, para o show do Rio. As mulheres dos músicos passaram o dia fazendo compras na Oscar Freire e fizeram a festa com a moda praia da Rosa Chá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.