Pear Jam: empresário responde acusações

O empresário do Pearl Jam resolveu se pronunciar depois que a polícia dinamarquesa divulgou um documento considerando a banda "moralmente responsável" pelo acidente no festival de Roskilde, em 30 de junho, em que nove pessoas morreram prensadas. Ele divulgou um comunicado dizendo que o grupo sempre foi conhecido por "excitantes apresentações, mas nunca apelou para comportamento violento". "Acho inacreditável eles serem acusados com toda a história de preocupação com a segurança dos fãs que o Pearl Jam tem", disse Kelly Curtis. "A banda vai continuar a tomar todas as medidas de segurança possíveis para ter certeza de que os shows serão seguros para o público."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.