Pavarotti fará primeira aparição pública após cirurgia

Luciano Pavarotti fará sua primeira aparição pública desde que foi submetido a cirurgia, em julho, para a retirada de um tumor no pâncreas. O tenor vai receber o Prêmio Donizetti no Bergamo Musical Festival, em Bérgamo, na Itália, na próxima quarta-feira, segundo comunicou Raffaella Valsecchi, porta-voz do Teatro Donizetti. "Ele está melhor, apesar de alguns problemas para caminhar. Está usando uma bengala", disse ela.Pavarotti, de 71 anos, vai receber o Donizetti pelo reconhecimento às interpretações que fez de diversas óperas do compositor italiano Gaetano Donizetti. Na cerimônia de premiação, nove alunos do tenor vão encenar, em sua homenagem, as óperas Anne Boleyn, Lucrezia Borgia e Don Pasquale.O tenor cancelou, no final de junho, uma série de concertos que faria no Reino Unido devido a problemas de saúde. Estava se preparando para sair de Nova York e apresentar concertos no Reino Unido quando os médicos descobriram o tumor no pâncreas. Como conseqüência do tratamento a que Pavarotti terá que ser submetido, todos os concertos deste ano foram cancelados, entre eles o show Encontro de Reis, que reuniria Luciano Pavarotti e o ´Rei´ Roberto Carlos, em 7 de outubro, em Belo Horizonte.O tenor fez sua estréia em La Boheme, de Puccini, em Reggio Emilia, na Itália, em 1961. A fama veio quando interpretou Toni em La Fille du Regiment, de Domenico Gaetano Maria Donizetti, no Metropolitan Opera, em Nova York, na década de 60. Junto com Plácido Domingo e José Carreras formou os Três Tenores, trio que se apresentou em mais de 34 concertos de 1990 a 2003. Eles cantaram juntos em quatro partidas finais da Copa do Mundo, em Roma (1990), Los Angeles (1994), Paris (1998) e Yokohama (2002). Atualmente, Pavarotti é um dos cantores de maior reconhecimento internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.