"Pavarotti & Friends" arrecada 2 milhões de euros

Dois milhões de euros foram arrecadados no concerto Pavarotti & Friends que reuniu grandes astros na noite de ontem em Modena, na Itália, cidade natal do tenor Lucciano Pavarotti. O evento beneficente foi promovido para ajudar os refugiados iraquianos após a guerra contra os Estados Unidos.Pavarotti gosta de convidar seus amigos a cantar. Este ano fizeram parte do grupo Ricky Martin, Bono, da banda U2, Queen, Eric Clapton, Andrea Bocelli e Liza Minnelli, que fraturou a rótula direita e participou do evento cantando do hospital, em Bolonha, via satélite.Há uma década o astro da ópera iniciou a série de concertos beneficentes anuais Pavarotti & Friends, em Módena, sua cidade natal, transmitido pela TV na Itália e em vários países, para ampliar o leque das doações em dinheiro.Bono, do U2 cantou com Pavarotti uma versão em inglês de Ave Maria, iniciando a canção com a frase "onde está a Justiça" no mundo. Pavarotti, cantou em latim.O valor arrecadado foi anunciado hoje pelo Alto Comissariado das Nações Unidas (ACNUR), sendo 1,1 milhão de euros provenientes da venda de entradas e 900 mil de doações.Com este dinheiro a entidade pretende financiar a a volta e reintegração de 20 mil iraquianos particularmente vulneráveis: mães de família, desvalidos e anciãos, que vivem exilados há anos no Irã.Esta é apenas uma parte de um plano de maior alcance que deve atingir meio milhão de iraquianos, a fim de facilitar sua volta ao país uma vez estabilizado.Com o dinheiro arrecadado, a ACNUR vai entregar 30 dólares por pessoa para o transporte e 30 dólares por família para os primeiros gastos com artigos de primeira necessidade, como utensílios de cozinha, aquecedores, garrafas de água.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.