Paulo Ricardo e Yoko Ono encontram-se em NY

Paulo Ricardo conseguiu realizar mais um sonho. O cantor, que está com sua versão de Imagine, de John Lennon, incluída na abertura da novela Estrela Guia, teve ontem um encontro com Yoko Ono para apresentá-la com o disco de ouro da gravação. Os dois se reuniram para uma entrevista que será exibida no Fantástico e conversaram sobre a música brasileira e a vida da artista com o ex-Beatle, assassinado há 20 anos em Nova York.Beatlemaníaco assumido desde a adolescência, Paulo Ricardo fez a versão de Imagine em um momento em que a banda inglesa vive um de seus maiores revivals (a compilação 1, lançada no fim do ano passado, teve mais de 20 milhões de unidades vendidas no mundo inteiro). "Fiquei muito surpreso de a Yoko autorizar a regravação de Imagine, coisa que nunca tinha acontecido", disse o cantor em entrevista exclusiva à Planet Pop, em Nova York. "Existem gravações ao vivo, mas não de estúdio. Não se trata de uma canção qualquer, mas talvez da mais emblemática da carreira solo do John Lennon." Ono autorizou depois de ouvir a gravação do cantor, da qual "gostou muito".A gravação, definida por ele como "uma mistura de Imagine com All You Need Is Love", diferencia-se bastante da original por sua influência psicodélica e levada mais dançante. "Considero Beatles uma coisa próxima da perfeição, por isso queria fazer uma versão completamente diferente da original, menos solene, sem a presença tão forte do piano", conta o cantor.Com o sucesso da música, o cantor disse que queria agradecer à viúva de Lennon pela oportunidade de gravá-la. Em dois dias, ela disse que aceitava o convite para um encontro. "Foi tudo mais legal do que eu esperava", diz ele. "Falamos da Bebel Gilberto, que é minha amiga e também do Sean Lennon, e ela disse que gosta muito da música brasileira, que temos a sonoridade do futuro. Ela acha que a força do rock foi importante, mas agora é um outro momento, que pede uma música mais dançante, que faça bem aos corações. Ela até citou que a juventude japonesa, que é muito deprimida, gosta da música brasileira por ela fazer bem para a alma."O encontro aconteceu em um estúdio de gravação na região de Midtown, onde ele conversou com a artista e tocou no violão a música The Ballad of John e Yoko. "Ela me pediu para eu ajudar em um trabalho de bossa nova que está querendo incluir em seu próximo álbum", diz ele. "Ainda não sei como isso vai se desenrolar, mas fiquei muito feliz."Os dois conversaram também sobre John Lennon. "Ela me disse que jamais poderia deixar de morar no edifício Dakota e que acha que John foi apenas continuar seu papel em outro plano", conta ele. Paulo Ricardo também gravou imagens para o Fantástico tocando violão e cantando no Central Park, próximo ao Strawberry Fields, a região do parque que homenageia o ex-Beatle. Bem-impressionado com a cidade, ele diz que planeja passar "um tempo" em Nova York depois que terminar a turnê de divulgação de seu último disco, para pesquisar e possivelmente gravar seu próximo trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.