Paula Lima fecha turnê no Sesc Pompéia

A diva da black music Paula Lima é a porta-voz do gênero nesse final de semana e vai mostrar todo seu suingue hoje, no teatro do Sesc Pompéia (Rua Clélia, 93. tel. 3871-7700), às 21h, com ingressos a R$ 15. Com referências de Funkadelic, Jorge Ben Jor e Sandra de Sá, ela mostrará o repertório de É Isso Aí, seu primeiro disco-solo, no show que simbolizará o encerramento da turnê desse álbum ? que tem produção de Max de Castro e participações de Xis, Gerson King Combo, Seu Jorge, Ed Motta, Ivo Meirelles e Funk?n Lata. Em 2003, ela começa a gravar seu segundo disco. Apesar de ainda estar no início da carreira solo, Paula veste a camisa da black music há muito tempo. Ela já passou pelas bandas Unidade Móvel, Unidade Bop, Funk Como Le Gusta, Zomba e Grêmio Recreativo Amigos do Samba-rock, Funk e Soul. Em 1993, ela gravou vocais para as faixas Engenho de Dentro e Princesa, no disco 23, de Ben Jor. Para continuar o fim de semana ao som da música negra dançante, o experiente DJ Grand Master Ney promete gastar a agulha de seus toca-discos com uma coleção de hits do gênero, amanhã, no Blen Blen (Rua Inácio Pereira da Rocha, 520. Tel. 3815-4999), a partir das 20h. A noitada custa R$ 15.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.