Matt Dunham/Associated Press
Matt Dunham/Associated Press

Paul McCartney, o novo ato secreto de Brasília

Ex-Beatle pode vir à capital para show de comemoração de 50 anos da cidade

Felipe Branco Cruz, do Jornal da Tarde,

24 de junho de 2009 | 15h50

No que depender do vice-governador do Distrito Federal, Paulo Octávio, o show do ex-beatle Paul McCartney já tem data e local para acontecer no Brasil: 21 de abril de 2010, dia do aniversário de 50 anos de Brasília. A apresentação seria gratuita e realizada ao ar livre, na Esplanada dos Ministérios.

 

Em uma enquete extraoficial promovida pelo site das comemorações (www.brasilia50anos.com.br), o cantor recebeu mais de 190 mil votos, ganhando de Beyonce e U2. "Estamos sondando a possibilidade. Nosso orçamento permite pagar até US$ 1 milhão pelo show", diz o vice-governador. O cachê atual do cantor gira em torno deste valor. "Confirmado ainda não está, mas certamente faremos um grande show internacional no dia 21 de abril."

 

A notícia de que Paul voltaria ao Brasil circula desde o final do ano passado, mas ganhou força esta semana, após a publicação de uma nota na revista Veja. Segundo o periódico, o músico deverá fazer dois shows no País em abril de 2010, sendo um em São Paulo e outro justamente em Brasília. O responsável pela vinda do astro seria o empresário Luiz Oscar Niemeyer, da empresa Plan Music, que faria uma parceria com a Brasil 1 Entretenimento.

 

Niemeyer trouxe Paul McCartney pela primeira vez em 1990 e lotou o estádio do Maracanã, com um show histórico para mais de 180 mil pessoas. Procurado pela reportagem, a Plan Music comunicou que oficialmente não há nada fechado, mas que existe sim o interesse de trazer o cantor nesta data.

 

Em listas de shows internacionais mais esperados pelos brasileiros, o ex-beatle sempre figura entre os primeiros, junto a Rolling Stones, Madonna e U2. Mas desses, Paul é o que está há mais tempo sem se apresentar por aqui, o que só alimenta a expectativa com relação à nova vinda ao País. Seus últimos shows no Brasil foram há 16 anos, em 1993, em São Paulo e Curitiba, enquanto Rolling Stones (2006), U2 (2006) e Madonna (2008) passaram pelo Brasil nos últimos três anos.

 

Agenda em aberto

 

A mídia internacional considera esta nova turnê mundial como a última da carreira de Paul McCartney, que tem hoje 67 anos. Ao todo ele fará mais de 100 shows em diversas cidades do mundo. As próximas apresentações de sua agenda estão marcadas para 17, 18 e 21 de julho, em Nova York, no estádio Citi Field, antes chamado de Shea Stadium, sede do time de beisebol New York Mets, e outro no dia 1º de agosto, em Washington.

 

Procurados pela reportagem, a produtora americana MPL Music e a inglesa Outside Organisation (com 's' mesmo), ambas que cuidam dos shows de Paul, informaram que a agenda do músico para o Brasil ainda não foi fechada. Jorie Gracen, jornalista americana responsável por um dos mais completos portais sobre Paul McCartney no mundo (www.maccareport.com), disse que as chances são grandes. "Existe uma boa possibilidade de ele tocar no Brasil em 2010."

 

Em São Paulo, por conta da proibição da realização de shows no estádio do Pacaembu, o único local que comportaria a apresentação é o estádio do Morumbi. Curiosamente, ninguém diz nada sobre possíveis shows no Rio de Janeiro. Nos bastidores, corre a história de que o músico teria levado um calote em 1990 e decidiu não se apresentar mais na cidade, tanto que, em 1993, ele só fez shows em São Paulo e Curitiba.

 

Ativista ambiental, a última de Paul foi o pedido que fez aos fãs para que não consumissem carnes às segundas-feiras. A justificativa seria uma forma de combater o aquecimento global, já que a produção de carnes seria responsável pela emissão de 18% dos gases causadores do efeito estufa. O músico tornou-se vegetariano por causa de sua mulher Linda, morta em 1998.

 

Os fãs de Beatles foram brindados recentemente com a reunião de Ringo Starr e Paul McCartney, em abril, para um histórico show beneficente no Radio Music Hall, em Nova York. Além disso, a dupla voltou a se reunir para lançar o jogo Rock Band, com músicas do grupo. No game, os jogadores têm a oportunidade de subir ao palco na pele dos Beatles desde o início da carreira, no Cavern Club em Liverpool, passando pelo show no Shea Stadium, em Nova York, pelas viagens lisérgicas de Magical Mystery Tour, até a última apresentação, no teto da gravadora Apple Records.

Tudo o que sabemos sobre:
McCartneyBeatlesshowBrasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.