Paul McCartney fica mais rico, e Jagger mais pobre

Não há mais onde Paul McCartney colocar dinheiro. O jornal inglês Sunday Times publica neste domingo uma lista das personalidades do mundo da cultura mais ricas da Inglaterra e revela que o ex-Beatle aumentou sua fortuna, de US$ 1 bilhão, no ano passado, para US$ 1,2 bilhão. O número é quase duas vezes maior que o segundo artista do ranking, o mago dos musicais Andrew Lloyd Webber, com US$ 635 milhões. Na terceira colocação está o empresário Cameron Mackintosh, promotor de grandes espetáculo na capital da Inglaterra. McCartney é o dono da 29ª fortuna do país. A elevação do dinheiro de Paul se deve à bem-sucedida turnê que ele fez no ano passado, fazendo com que ficasse US$ 74 milhões mais milionário. Para se ter uma idéia, cada ingresso para um show de Paul no ano passado custava US$ 130 em média. Além disso, em 2002 ele também lançou um disco ao vivo com 35 faixas que vendeu mais de um milhão de cópias somente nos Estados Unidos. Ele também continua a encher o cofre com os royalties que chegam das vendas de direitos autorais de toda a obra do catálogo de Buddy Holly e, claro, do material dos Beatles. Outro sucesso de vendas foi o DVD dos Beatles, lançado no ano passado, vendido a US$ 60 cada e que se transformou em um sucesso de vendas. No DVD, Paul aparece ao lado de George Harrison e Ringo Starr improvisando uma música de John Lennon em 1994. Mas, se a fortuna de Paul subiu, vários outros artistas ficaram "mais pobres" este ano com relação ao ano passado. Segundo a lista do Sunday Times, a família do ex-colega de Paul, o Beatle George Harrison, morto há pouco tempo, registrou uma queda em sua fortuna. Dos US$ 222 milhões do ano passado, a soma dos patrimônios e da renda dos herdeiros do guitarrista caiu para US$ 174 milhões. Outra surpresa foi a diminuição da riqueza de Madonna, que acaba de lançar seu novo álbum, American Life, com grande expectativa de vendas. A diva pop teve seu patrimônio reduzido de US$ 360 milhões para US$ 317 milhões. Mais quedas. O roqueiro e líder dos Rolling Stones, Mick Jagger, ficou alguns milhões mais pobre. Sua fortuna despencou de US$ 277 milhões para US$ 246 milhões. O companheiro de Jagger nos Stones, Keith Richards também aparece entre as dez maiores fortunas do mundo artístico da Grã-Bretanha, com US$ 238 milhões. Por outro lado, o roqueiro britânico Robbie Williams, que assinou um milionário contrato com a gravadora EMI, tem agora US$ 107 milhões, quase o dobro do que ele tinha no ano passado. Neste ano, com Paul McCartney excursionando por toda a Europa e fazendo shows como nunca, é possível que sua conta bancária suba mais alguns milhões de dólares. Há duas semanas, o cantor de 62 anos disse que não pensa em se aposentar tão cedo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.