MJ KIM
MJ KIM

Paul McCartney, Elton John e Lady Gaga farão shows para arrecadar fundos no combate ao coronavírus

Uma ação inédita da Organização Mundial de Saúde chamada 'One World: Together At Home' (Um Mundo: Juntos em Casa), em parceria com Lady Gaga, vai produzir shows com mais de 20 grandes artistas no próximo dia 18, em diversas plataformas

O Estado de S.Paulo, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2020 | 15h11

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta segunda (6) que irá fazer uma parceria com a cantora Lady Gaga e com a Instituição Global Citizen para realizar um evento chamado One World: Together At Home (Um Mundo: Juntos em Casa). Uma série de shows serão apresentados com o intuito de arrecadar fundos para o combate o novo coronavírus no mundo. O evento será transmitido digitalmente no dia 18 de abril em diversas plataformas, incluindo YouTube, Facebook, Instagram e Twitter, e terá como convidados já confirmados, além de Lady Gaga,  Paul McCartney, Elton John, Billie Eilish e seu irmão Finneas, Lizzo, Stevie Wonder, John Legend, Chris Martin (vocalista do Coldplay), Eddie Vedder, Kacey Musgraves, J Balvin, Keith Urban, Alanis Morissette, Lang Lang e Andrea Bocelli, Billie Joe Armstrong, Burna Boy e Maluma. A apresentação será de Jimmy Fallon, Jimmy Kimmel e Stephen Colbert.

Segundo Lady Gaga, os valores arrecadados vão ajudar os profissionais de saúde, que estão na linha de frente na luta contra a covid-19, e as instituições de caridade locais e regionais que ajudam infectados com comida, abrigo e assistência médica. Em entrevista coletiva, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, disse que “a pandemia da covid-19 continua afetando pesadamente famílias, comunidades e nações do mundo inteiro. Mas também está dando origem a atos incríveis de generosidade, solidariedade e cooperação”. Gaga disse, também em entrevista, que só nos últimos sete dias a indústria do entretenimento levantou cerca de US$ 35 milhões para o fundo de solidariedade da OMS. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.