AP
AP

Paul McCartney aterrissa no Chile para espetáculo 'inédito'

O próprio diretor do espetáculo admitiu não saber as músicas que Paul tocará

Efe,

09 de maio de 2011 | 15h50

Santiago (Chile), 9 mai (EFE).- O ex-beatle Paul McCartney aterrissará nesta quarta-feira no Chile para apresentar uma nova etapa de sua turnê Up & Coming Tour, um espetáculo de um "nível inédito", segundo revelou nesta segunda-feira o produtor do evento, Mark Spring.

"A infraestrutura é a mesma (do tour de 2010). Mas são outras músicas, outros vídeos, outras coisas passando sobre o palco. Acho que chegamos a um nível inédito com esta montagem", afirmou Spring em declarações ao jornal "El Mercurio".

Tal é o grau de "frescor" que McCartney imprime a seus shows, que o próprio diretor do espetáculo admitiu não saber as músicas que tocará nem, muito menos, a ordem que serão executadas.

"Sabemos exatamente o que acontecerá em cada música com relação a luzes e vídeo (...), mas jamais sabemos em que ordem estarão, o que será incluído ou deixado de fora. Isso é de responsabilidade exclusiva de Paul", revelou Spring.

Por este motivo, explica o produtor, é "um desafio" cumprir o "alto nível de qualidade" exigido pelo ex-beatle em suas apresentações.

"Ele é uma pessoa muito doce, mas também muito exigente quanto a surpreender seu público", disse o produtor.

Ainda segundo Spring, o show não deixará ninguém indiferente e o público sentirá que o investimento realizado "valeu a pena", já que McCartney esbanjará toda sua paixão musical em um espetáculo sem intervalos de mais de três horas de duração.

As entradas para a apresentação são as mais caras da história musical chilena, com preços que oscilam entre os US$ 2.250 para a área vip e US$ 58 para os assentos populares.

O show, que terá o DJ americano Chris Holmes como atração de abertura, incluirá dezenas de canções que vão desde as mais clássicas da época dos Beatles até as mais atuais, produto de sua passagem pela banda Wings.

Duas enormes telas de quase 20 metros de altura acompanharão o músico no palco e, segundo afirmaram os organizadores, servirão para projetar imagens dos Beatles na música All my Loving; de George Harrison em Something e do próprio público em Ob-La-Di, Ob-La-Da.

Além disso, será incluída uma saudação a John Lennon em Here Today e pirotecnia em Live and Let Die. EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.