Mariana Motta - Portal e-vod
Mariana Motta - Portal e-vod

Paramore faz show vibrante em São Paulo

Banda americana toca para quase 7 mil pessoas no Credicard Hall

João Paulo Carvalho, Estadão.com.br

21 de fevereiro de 2011 | 03h35

SÃO PAULO - Quase 7 mil pessoas estiveram presentes no Credicard Hall, em São Paulo, neste domingo, 20, para assistir ao show da banda americana Paramore. Com 1h30 de apresentação, o grupo liderado pela vocalista Hayley Williams agitou o público, mesclando canções dos três álbuns de estúdio gravados pelo conjunto.

 

Às 11h, uma grande fila já podia ser vista nos arredores do Credicard Hall. Fãs de todas as partes do Brasil vieram de longe para prestigiar o quinteto de Tennessee, Estados Unidos. É o caso de Gabriel Santana, 18. O estudante conta que passou mais de 20 horas dentro do ônibus: "Sou de Uberlândia, Minas Gerais. Em 2008, quando eles vieram pela primeira vez, não consegui ingresso. Não era justo perder esta oportunidade novamente. Meus pais nem sabem que estou aqui. Eles nunca deixariam!", afirma o aluno de administração de empresas.

 

Muitos pais acompanhavam os filhos e até conheciam algumas das músicas: "Minha mãe sabe cantar The only Excepiton", disse a estudante Renata Couto, 13. "A gente tem que acompanhar, né?", alegou a dentista Rita Maria do Couto, 47. A mãe de João Vitor, 14, afirmou que tudo era válido pela diversão dos filhos: "Queremos vê-los felizes. É muito bacana ver a agitação e o ânimo deles diante do show", concluiu a assistente social Isabel Cristina Carli, 44.

 

Com todos os ingressos esgotados, muitos jovens ainda procuravam um jeito de ver o Paramore. As estudantes Marina Oliveira e Natalia Samper pediam dinheiro na porta do local para comprar ingressos de cambistas: "O cara quer fazer duas entradas por R$300. O problema é que temos só R$200. Estamos vendendo até salgadinho!", declararam as garotas.

 

"I'm back, São Paulo"

A banda de abertura Fake Number subiu ao palco e esquentou o púlbico para a principal atração da noite. Apesar de algumas reclamações, a plateia, no geral, recepcionou bem a banda do interior de São Paulo,com direito a coro no cover do hit Use Somebody, do Kings Of Leon.

 

Quando as luzes se apagaram, pontualmente às 20h, Hayley Williams, com os cabelos mais vermelhos que nunca e com um leão de pelúcia nas mãos, surgiu diante de uma plateia histérica, cantando a música Ignorance, do CD Brand New Eyes. Jeremy, Taylor, Justin e Josh acompanharam o ritmo frenético da vocalista e emendaram Feeling Story.

 

O público, todavia, veio abaixo quando, enrolada em uma bandeira do Brasil, a pequenina Hayley gritou: "Depois de três anos, eu estou de volta, São Paulo. Nós somos o Paramore! Vocês estão prontos? Então vamos lá!", fazendo o complexo tremer com That's what you get, Emergency, Playing God e Decode, esta última trilha sonora do primeiro filme da Saga Crepúsculo.

 

Após algumas canções rápidas e agressivas, o grupo, que já havia tocado em Brasília (16/2), Belo Horizonte (17/2) e Rio de Janeiro (19/2), arrancou os violões e estabeleceu uma sequência acústica com When it rains e a inédita In the mourning.

 

Apesar de o show estar na metade, os adolescentes permaneciam em êxtase com a apresentação do Paramore. Alguns, inclusive, passaram mal e tiveram de ser socorridos pelo departamento médico.

 

Em plena harmonia com o público presente, mesmo depois das saídas dos irmãos Josh e Zac Farro, Halley encerrou a apresentação com os hits Crush Crush Crush, Pressure, Looking up e The Only Exception. No bis, o Paramore voltou ao palco para cantar Brick By Boring Brick e, atendendo aos pedidos, My heart, que ficou faltando na última apresentação da banda por aqui há dois anos.

 

Dois fãs da banda foram convidados a subir no palco para cantar Misery Business com Hayley Williams. Enquanto Frederico Montavani assumiu as guitarras, Livison Rosa, que veio de Uberaba, Minas Gerais, cantou a última parte da música.

 

Após quatro shows, o Paramore faz sua última apresentação no Brasil nesta terça-feira, 22, em Porto Alegre, no Teatro Bourbon. A turnê Brand New Eyes segue ainda para outros países da América do Sul, como Argentina, Chile, Peru, Colômbia e Venezuela.

 

Setlist

Ignorance

Feeling Sorry

That's what you get

For a pessimist I'm pretty optimistic

Emergency

Playing God

Careful

Decode

In the mourning

When it rains

Where the lines overlap

Misguided Ghosts

Crush Crush Crush

Pressure

Looking up

The Only Exception

 

Bis

Brick By Boring Brick

My heart

Misery Business

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.