'Para mim, no momento, é o melhor disco', diz Chico Buarque

Em entrevista, o compositor falou sobre 'Chico', o novo trabalho, que chega às lojas em 22 de julho

Estadão.com.br,

14 Julho 2011 | 12h15

Depois de um intervalo de cinco anos sem compor, Chico Buarque volta-se ao universo musical com o disco Chico (Biscoito Fino), que chega às lojas no dia 22 de julho. Em entrevista, gravada em vídeo de cerca de 40 minutos e divulgada para imprensa nesta quinta-feira, 14, o cantor e compositor fala sobre o processo criativo, a pausa na composição, a vontade de compor de novo, parcerias e as dez músicas do CD.  "Não tenho a menor ideia do que as pessoas vão pensar [do disco], nem saberia como comparar com outros discos. Para mim, no momento, é o melhor".

O último disco de Chico Buarque foi Carioca. No intervalo entre um disco e outro, ele escreveu o romance Leite Derramado. "O disco é resultado de todo meu trabalho musical pós Leite Derramado", explicou. Chico afirmou ainda que não sabe quando fará shows com o novo trabalho. Sabe, no entanto, que pretende 'desligar um pouco de música'.

De marchinhas a toadas, transitando pelo blues, samba, baião, o disco é uma espécie de mosaico de tudo que ele já fez e compôs durante a carreira, inclusive com letras que fazem referência, inclusive, ao romance Budapeste. Os arranjos e direção musical são de Luiz Cláudio Ramos.

Além das composições próprias, Chico Buarque canta letra feita em parceira com Ivan Lins - Sou Eu -, com a participação de Wilson das Neves, com João Bosco - Sinhá-,  e com Jorge Helder - Rubato ."Para letra não perco pra ninguém".

Mais conteúdo sobre:
lançamento disco Chico Buarque MPB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.