Para filho de Roger Waters, rock está estagnado

O tecladista Harry Waters nasceu em 1977, quando o Pink Floyd gravava o disco Animals. É um dos dois filhos do baixista Roger Waters, o criador do Pink Floyd e atualmente seu patrão na banda da turnê In the Flesh. Tem uma irmã, India Waters, um ano mais nova, que toca guitarra. Waters falou à reportagem com exclusividade, pouco antes do show deontem.Que tipo de jogo seu pai brincava com você quando você eracriança?Harry Waters - (Risos).Bem, ele costumava contar histórias efazia pequenos jogos, mágicas com moedas e coisas assim.Quando você começou a tocar teclados?Eu tinha 5 ou 6 anos e comecei a aprender piano.Comecei com o treinamento clássico, mas rapidamente passei paraScott Joplin, Fats Waller, boogie-woogie e blues. Quando eutinha 17 para 18, comecei a tocar teclado eletrônico.Essa turnê é seu começo de carreira profissional?Sim, é a primeira turnê. Não tenho uma banda no momento, mas tive um grupo durante cinco ou seis anos. Mas não era um trabalho e eu precisava trabalhar em algo profissional.É verdade que você gosta mesmo é de reggae?Gosto bastante. Bob Marley, Peter Tosh. Não gosto deShaggy, é muito comercial.Como se sente ocupando o lugar que foi de Rick Wright noPink Floyd?É maravilhoso. Eu ouvia a música do Pink Floyd desdeque era muito pequeno, era um grande fã. Adoro essa música. Sedá mais responsabilidade? Claro que dá, mas acho que está dentrodas minhas capacidades. É um desafio, mas não é impossível.Você pensa em gravar um disco-solo?Talvez não. Estou mais interessado em pesquisar emcomputador, tenho grande influência de trabalhos como o de AphexTwin. Não estou muito interessado no rock, acho que o rock estáestagnado. O rock parou de procurar evolução nos anos 70. Achoque, hoje, a única banda que me desperta interesse é oRadiohead. Não gosto de Oasis e Blur. Gosto de Jeff Buckley e opai dele, Tim Buckley.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.