Reuters
Reuters

Pai dos filhos de Michael Jackson é o dermatologista do cantor

Revista 'US Weekly' diz que o verdadeiro pai é Arnold Klein, o médico que cuidava do artista em Los Angeles

EFE,

30 de junho de 2009 | 18h59

O cantor Michael Jackson, que morreu na quinta-feira passada, não é o pai biológico de seus dois filhos mais velhos, Prince Michael, de 12 anos, e Paris Michael, de 11 anos.

 

Veja também: 

especialA trajetória de Michael Jackson, ícone do pop

mais imagens Veja galeria de fotos

som Território Eldorado: ouça todas as fases do rei do pop

blog Fórum: Morre Michael Jackson, rei do pop

video 'Thriller', o disco mais vendido da história

video 'Beat It', com Michael Jackson

 

Segundo a revista US Weekly, o verdadeiro pai das crianças é Arnold Klein, o dermatologista que cuidava do artista numa clínica de Los Angeles.

 

Era para Klein que trabalhava Debbie Rowe, a enfermeira que foi casada com Michael de 1996 a 1999 e que deu à luz a Prince e Paris.

 

"Ele é o pai. Ele e Debbie assinaram um acordo dizendo que nunca revelariam a verdade", escreveu a revista, que diz ter confirmado a informação com várias fontes.

 

Em 2002, Debbie admitiu que suas duas gestações tinham sido um favor pessoal feito a Michael. Mas ela nunca comentou se teve ou não relações sexuais com o músico.

 

"Disse: 'Vamos fazer isto. Você precisa ser pai e foi muito bom comigo", declarou a enfermeira na época.

 

A falta de vínculo biológico entre Michael e seus filhos seria extensível ao terceiro deles, Prince Michael II, de 7 anos.

 

De acordo com o site TMZ.com, o mais novo dos herdeiros do artista foi encomendado a uma mãe de aluguel de identidade desconhecida.

 

A página disse ainda que os filhos mais velhos do cantor podem também não tem parentesco nenhum com Debbie Rowe.

Tudo o que sabemos sobre:
Michael Jackson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.