Pai de Britney recebe aumento de sálario por cuidar da filha

Corte determinou que Jamie Spears ganhará US$ 75/h por controle de assuntos pessoais e financeiros da filha

Associated Press,

23 de dezembro de 2008 | 14h04

Por ajudar sua filha em sua fase turbulenta, uma corte dos Estados Unidos concedeu ao pai de Britney Spears, Jamie Spears, na segunda-feira, 22, um adicional de US$ 51 mil, o que significa um aumento nos pagamentos mensais que recebe desde que assumiu o controle sobre assuntos pessoais e financeiros da filha, em fevereiro.   Veja também: Britney Spears volta ao topo das paradas com álbum 'Circus' Britney anuncia turnê para promover 'Circus' Britney e Obama são os mais buscados no Yahoo   Jamie tem recebido R$ 10 mil por mês pelo trabalho, mas a corte subiu esse valor para R$ 16 mil. Por hora, o pai da cantora receberá US$ 75.   Ele também ganhou um adicional de R$ 1.200 mensais para ele manter um escritório, o que segundo a Justiça é justificado pelo seu trabalho de colocar a vida pessoal e musical de Britney de volta nos trilhos.   No início de dezembro, Britney lançou o novo álbum Circus, e com ele conseguiu retornar ao topo das paradas musicais. O sexto álbum gravado em estúdio pela cantora vendeu 505 mil cópias nos EUA na semana que terminou em 7 de dezembro, tornando-se um dos maiores lançamentos do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Britney SpearsJamie Spears

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.