Pacote traz o som negro do Sul e Sudeste

A Associação Cultural Cachuera! e o Itaú Cultural promovem hoje, no Espaço Cachuera!, em Perdizes, o lançamento de três CDs do acervo da associação, que vem fazendo o recolhimento, em áudio e vídeo, de manifestações de cultura popular dos interiores do Sudeste - incluindo no mapa os Estados da região Sul. Os discos são Congado Mineiro, Batuques do Sudeste e Segredos do Sul. Na festa de lançamento, apresenta-se o grupo de Batuque de Umbigada de Tietê, Piracicaba e Capivari, que participa do CD Batuques do Sudeste.Outros participantes são o jongo de São Luís do Paraitinga, o jongo de Tamandaré, Guaratinguetá (sobre este jongo, o Cachuera! realizou um belíssimo documentário em vídeo, dirigido por Rubens Xavier, co-produzido e exibido pela TV Cultura), o samba do Cururuquara, de Pirapora, o samba de lenço de Mauá, os candombes da comunidade dos Arturos, de Contagem, de Mato do Tição, e Jaboticatubas, da Irmandade do Rosário de Jatobá, de Belo Horizonte, de Mocambeiro, Matozinhos, da Irmandade do Rosário de Justinópolis, a banda de congo Konshaça, de Serra, Espírito Santo, o jongo de São Benedito de São Mateus, também do Espírito Santo, o ticumbi de Conceição da Barra.São registros feitos a partir de 1993, trabalho de pesquisa dirigido por Paulo Dias, fundador e presidente da associação, que também participou - com Marcelo Manzatti e Carlos Stasi - da pesquisa de campo. Os registros do Cachuera! (sem o "i" e com ponto de exclamação: trata-se do grito de aviso do jongueiro quando vai pedir a palavra) são o que há de mais importante em matéria de registro da cultura popular - com olhos voltados para a de origem africana - da Bahia para baixo. Os Estados do Nordeste, por meio de suas Secretarias de Cultura - Bahia, Recife e Maranhão são os melhores exemplos - cuidam de suas tradições culturais. No Sudeste e no Sul, essas tradições foram abandonadas (no Rio Grande do Sul, preservam-se as tradições gauchescas; as afro-brasileiras são ignoradas). No vídeo sobre o jongo de Tamandaré, uma das jongueiras, dona Mazé, diz: "Aqui em Guará (Guaratinguetá) não tem preto pobre, não. Só tem branco rico. Vai lá na prefeitura e pergunta."Os outros discos em lançamento hoje falam dos batuques do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná (Segredos do Sul, entede-se o nome) e da congada de vários municípios mineiros. O Itaú Cultural distribui gratuitamente a coleção de CDs para instituições culturais que entrem em contato com seu departamento de difusão, pelo fax (0--11) 238-1786.Documentos Sonoros Brasileiros - Acervo Cachuera! - Lançamento dos CDs Congado Mineiro, Batuques do Sudeste e Segredos do Sul. R$ 20,00 cada CD; R$ 50,00 os três CDs. Hoje, às 21 horas. Entrada franca. Espaço Cachuera! Rua Monte Alegre, 1.094, tel. 3872-8113.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.