Pacaembu lota para ver Avril Lavigne

Com 40 mil ingressos vendidos, o Pacaembu lotou na noite deste domingo para ver a cantora canadense Avril Lavigne. Mais de 90% da platéia eram predominantemente mulheres, adolescentes e crianças, que regiam com gritos agudíssimos e ensurdecedores a cada movimento no palco, mesmo antes do primeiro show da noite, do grupo carioca Leela.Avril entrou às 19h50, dez minutos antes do previsto, tocando Sk8er Boy, com o cabelo mais comprido do que de costume, parecendo que usa agora um aplique. Muitos pais ergueram os filhos nos ombros, formando uma espécie de paredão humano dançante, no inicío do concerto. Avril emendou Unwanted e Happy Ending a seguir. Tocou duas baladas ao piano, e um folk ao violão, empolgando tanto quando mais acústica quanto mais pesada.A cantora Bianca Jhordão, do Leela, conquistou a platéia no show de aquecimento tocando covers de White Stripes (Seven Nation Army) e Nirvana (Rape me), além de seus próprios hits, como Eu te Procuro. Foi um programa família, com os pais levando filhos a tiracolo, como um domingo no Ibirapuera. Não haviam sido registrados incidentes graves até a entrada da cantora. No início, a chuva ameaçou. Capas de chuva de plástico transparente a R$ 5 e até R$ 10 foram os hits na abertura dos portões do estádio do Pacaembu, em São Paulo, às 16h. Por causa de uma chuva fina que caiu na cidade desde o início da tarde, os fãs tiveram de recorrer aos camelôs para se proteger na imensa fila que se formou nos portões do estádio. Meia hora depois de abertos os portões, no entanto, a chuva deu uma trégua e as milhares de pessoas que já estavam no estádio puderam aposentar as capas. As meninas do público, muitas vestidas da maneira como a cantora se apresentou em alguns de seus videoclipes, com gravatas coloridas sobre camisetas e skate wear. A cantora embarca de volta para Los Angeles logo após o final do seu show - em casa, aguarda-lhe uma festa pelo seu aniversário, que comemora na terça-feira.O repertório do show de Avril Lavigne: Sk8er boi Unwanted Happy ending I always get Mobile I?m with you Fall to pieces Don?t tell me Together Forgotten Tomorrow Nobody?s home Who knows Losing grip Take me away He wasn?t Small things Song#2 / Complicated

Agencia Estado,

25 de setembro de 2005 | 20h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.