Ozzy deixa Sony em represália à demissão de sua filha

Ozzy Osbourne vai deixar a gravadora Sony Music depoisde 23 anos de parceria. O roqueiro resolveu sair do grupo porqueo selo Epic demitiu sua filha Kelly, em razão do baixo número de vendas de seu disco deestréia. Shut Up teve 150 mil unidades vendidas.O anúncio foi feito pela mulher e empresária do músico, Sharon Osbourne. Ela disse que Ozzy e Kelly estão à procura de "idéias frescas" e que a saída estava acertada desde que o executivo Tommy Mottola resolveu deixar ogrupo, em janeiro deste ano. Kelly teria ficado muito deprimidacom a demissão, porque estaria quase no fim das gravações de seusegundo disco. Sua assessoria de imprensa nega, no entanto, queela tivesse começado a gravar um novo álbum.

Agencia Estado,

12 de maio de 2003 | 17h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.