Ouro Preto prepara sua maratona de jazz

Pelo segundo ano consecutivo, o Tudo é Jazz - Festival Internacional de Jazz terá como cenário a cidade histórica mineira de Ouro Preto. Serão três dias de evento, em setembro, no Parque Metalúrgico - Centro de Convenções da Universidade Federal de Outro Preto, por onde passarão nomes tradicionais e novas tendências jazzísticas. A programação é intensa. No dia 4 de setembro, o pianista mineiro Túlio Mourão e sua banda fazem show e recebem como convidados Nivaldo Ornellas e Rufo Herrera; às 22h30, a atração é a cantora brasileira Luciana Souza, radicada nos Estados Unidos; à meia-noite, sobe ao palco o elogiado pianista cubano Gonzalo Rubalcaba. Dia 5, o baixista argentino Pedro Aznar abre a programação, às 21 h, seguido pela cantora e compositora mineira Alda Rezende e o pianista Jonathan Crayford, da Nova Zelândia, às 22h30, e pelo músico Wagner Tiso e Victor Biglione, à meia-noite. Já no último dia de festival, dia 6, a violinista Kaki King, revelação da música americana, apresenta-se às 21h; os também americanos da banda The Bad Plus, ícones do pós-moderno do jazz, vêm na seqüência, às 22h30; e o cantor e guitarrista John Pizzarelli, um dos nomes mais importantes do cenário, fecha o calendário do jazz a partir meia-noite. "A idéia é atrair turistas de qualidade para Ouro Preto. Estamos carregando a bandeira de uma cidade melhor, mais organizada e segura", comenta a realizadora do festival, Maria Alice Martins. Para ela, existe um descaso com a preservação do lugar. Alerta também para as megafestas que, estruturalmente, não são comportadas por Ouro Preto. "Os eventos de má qualidade causam danos na cidade."Além das atrações musicais, o Centro de Convenções da Universidade Federal de Outro Preto concentrará um espaço descontraído, com shows de músicos mineiros, exposição, feira de CDs, restaurante e bar. "No festival, temos a oportunidade de reverenciar ícones conhecidos da música e testemunhar algumas tendências", acredita o diretor artístico do evento, o músico Túlio Mourão. Ex-Mutante, Mourão acompanhou durante anos Milton Nascimento. Ele traz seu know-how para o festival, já que participou de grandes eventos musicais, inclusive fora do Brasil. Os ingressos já estão à venda no site www.agendabh.com.br e pelo telefone (0--31) 3227-3036. O bilhete custa R$ 90 por dia ou R$ 45 (meia entrada). O passaporte para três dias custa R$ 200 ou R$ 100 (meia entrada). Passagem, hospedagem e outras informações podem ser obtidas no Aliar Turismo, pelo e-mail aliarturismo@ouropreto.com.br ou pelo telefone (0--31) 3552-2614.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.