Ouça faixas de discos históricos da gravadora Elenco

Cinco LPs da gravadora Elenco, que fez história na música Brasileira nos anos 60, estão sendo relançados pela Polysom, única fabricante de discos de vinil da América Latina em atividade. O box reúne as três “categorias” marcantes da gravadora: encontros, como Caymmi Visita Tom (1964) e Vinicius & Odette Lara (1963); shows, como Vinicius/Caymmi no Zum Zum (1966); e estreias, como a de Nara Leão, em Nara (1964), e Bossa Nova York (1967), primeiro disco de Sergio Mendes nos Estados Unidos.  

Lucas Nobile, Especial para O Estado de S, Paulo

21 Março 2014 | 20h48

VINICIUS & ODETTE LARA (1963)

O disco, que tinha arranjos do maestro Moacir Santos, traz doze parcerias de Vinicius de Moraes e Baden Powell. Entre elas, Samba em Prelúdio."Esse disco devia se chamar Vinicius, Baden e Odette Lara. Como eram modernos os arranjos do Moacir para sopros e cordas, a concepção dele é muito forte. O Baden era como um afilhado, o Moacir o considerava seu melhor aluno", diz Mario Adnet.

NARA (1964)

Estreia fonográfica de Nara Leão surpreendeu na época por trazer uma garota de classe média, da zona sul do Rio, cantando sambas de compositores do morro. Destaque para Diz Que Fui Por Aí, de Zé Keti."Cartola, Zé Keti, Nelson Cavaquinho e Elton Medeiros se reuniam na minha casa, ficávamos tomando cachaça até de manhã. E eu com o meu gravador, registrando as composições. Estava pensando em fazer um disco com eles, mas pensei que seria melhor chamar a Nara, aquela menina de zona sul, classe média, para cantar os compositores do morro", lembra Carlos Lyra.

CAYMMI VISTA TOM (1964)

No álbum gravado em clima familiar, Tom Jobim recebe a visita de Dorival Caymmi e seus filhos Dori, Nana e Danilo. No repertório, canções como Saudade da Bahia."Foi o primeiro trabalho de disco que fizemos juntos com o velho, um clima muito familiar. Ficou muito marcante no trabalho da Elenco naquela época. O Aloysio inventava muito, foi um início importante na minha vida", lembra Dori.

VINICIUS/CAYMMI NO ZUM ZUM (1966)

Aloysio de Oliveira conseguiu reproduzir em estúdio o roteiro e o ambiente espontâneo do show no Zum Zum que reunia Vinicius e Caymmi acompanhados do Quarteto em Cy e do conjunto do violonista e arranjador Oscar Castro Neves. Destaque para Formosa.“O Aloysio e a Elenco foram um passo à frente na discografia brasileira, só lançavam grandes nomes. Esse disco é de suma importância na nossa carreira, é como se fosse Antes do Zum Zum e Depois do Zum Zum”, lembra Cynara, do Quarteto em Cy.

BOSSA NOVA YORK (1967)

O disco fora lançado no ano anterior com o título The Swinger from Rio e marcou a estreia fonográfica de Sergio Mendes nos Estados Unidos. Com participações de Tom Jobim (no violão), Phil Woods, Art Farmer e Hubert Laws, o álbum tinha temas como Batida Diferente."Foi meu primeiro disco nos Estados Unidos. O Nesuhi foi uma figura muito importante na minha vida, um grande amante do jazz e de pintura surrealista, foi uma espécie de mentor para mim. Fico feliz que este disco esteja saindo de novo", diz Mendes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.