Otis Redding ganha estátua em sua cidade natal

No último dia 15, o cantor de soul norte-americano Otis Redding foi homenageado em sua cidade natal, Macon, na Georgia, com uma estátua de bronze à beira do rio Ocmulgee. Nela, o cantor está sentado com o violão no colo e ao lado a letra de sua música de maior sucesso, (Sittin?on) The Dock of the Bay. A viúva do cantor, Zelma Redding, disse que o marido ficaria emocionado e diria que ?finalmente consegui todo o respeito que mereço?. Redding morreu em um desastre de avião em 10 de dezembro de 1967, aos 25 anos, a caminho de um concerto em Wisconsin, junto com quatro membros da sua banda de apoio, os Bar-Kays. Um concerto lembrará os 35 anos de sua morte no próximo dia 7 de dezembro, em Macon.Mesmo com uma carreira curta, Redding é lembrado até hoje como um dos pilares da soul music americana ao lado de Sam Cooke, Ben E. King e Booker T. & the MG?s. O momento mais importante da carreira do músico foi a participação no festival de Monterey, na Califórnia, em 1967, ao lado de grandes nomes como Jimi Hendrix, The Who, Janis Joplin e The Byrds. Entre seus discos mais famosos estão Otis Blues (66) e The Dock of the Bay (68) , lançado após a morte do cantor e que lhe rendeu dois prêmios Grammy. Além do hit (Sittin?on) The Dock of the Bay, Redding compôs outros clássicos, entre eles, I?ve Been Loving You Too Long, Fa-Fa-Fa-Fa-Fa (Sad Song) e Respect, um dos maiores sucessos da cantora Aretha Franklin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.