Osesp anuncia sua temporada mais ambiciosa

Noventa e nove concertos, dez séries de assinaturas, visitas ilustres como a do compositor Krzysztof Penderecki - a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo anunciou ontem, na Estação Júlio Prestes, sua temporada para o ano que vem. Orçada em cerca de R$ 18 milhões, a programação é a mais ambiciosa do grupo desde o início de seu processo de reestruturação, incluindo, por exemplo, a venda de uma série a mais de assinaturas com relação à temporada atual e o lançamento da gravação da integral das Bachianas, de Villa-Lobos. O ano que vem, no entanto, poderá ser marcado também pelas tão prometidas mudanças institucionais que deverão rearranjar o papel da Osesp dentro da estrutura do Estado, transformando-a em uma organização social.De acordo com o diretor-executivo da orquestra, Cláudio Gaiarsa, deve sair do papel o projeto de transformação da Osesp em uma Organização Social, o que daria à sinfônica autonomia administrativa e legalidade jurídica para conduzir seu trabalho, desvinculando-se da burocracia do Estado e permitindo mais agilidade ao grupo. Para tanto, a orquestra - que continuaria a receber verbas públicas - passa a ser gerida por uma entidade da sociedade civil. Há alguns meses a orquestra procura instituições já existentes interessadas em assumir compromisso desse tipo com a Osesp, uma saída à necessidade de se formar nova sociedade de amigos.Enquanto traça planos, a Osesp põe à venda as assinaturas para a temporada de 2004. E, além das séries de concertos, deve ampliar o número de gravações, seja pelo Selo Bis, seja em edições próprias, como algumas sinfonias de Beethoven que serão interpretadas ao longo do ano. Está prevista também uma turnê de 20 concertos pelo Brasil, além de uma série especial a ser feita no Rio, o que ainda depende de patrocínio. Desde ontem e até o dia 28 de novembro, a orquestra está aberta para confirmações, por parte dos já assinantes, de seus lugares atuais, pelo telefone 0--11 3351-8200 - eles deverão efetivar a compra das assinaturas dos dias 6 a 19 de dezembro. Do dia 31 de janeiro a 20 de fevereiro estarão abertas as vendas para novos assinantes. Os valores vão de R$ 162 a R$ 360 por assinatura, dando direito a nove concertos durante o ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.