Laís Moss/Divulgação
Laís Moss/Divulgação

Orquestra Petrobrás Sinfônica vai tocar o disco 'Ventura', de Los Hermanos, na íntegra em SP

No repertório, músicas como 'O Vencedor', 'Além do Que Se Vê', 'Samba a Dois' e 'De Onde Vem a Calma'

João Paulo Carvalho, Impresso

17 de fevereiro de 2017 | 03h00

Os Los Hermanos não têm eventos programados para o futuro. Depois de dois shows lotados em São Paulo, um na Arena Anhembi e outro no Espaço das Américas, em 2015, Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Rodrigo Barba e Bruno Medina continuam tocando seus projetos solos sem esboçar qualquer rascunho de uma nova reunião e realizar, quem sabe, uma turnê comemorativa de 20 anos de banda. Para acalmar o ímpeto do exército apaixonado pelo grupo, a Orquestra Petrobrás Sinfônica fará duas apresentações na capital paulista nos dias 17 e 18 de fevereiro, no Teatro Bradesco, para interpretar as canções de Ventura, terceiro disco dos cariocas.

No repertório, músicas como O Vencedor, Além do Que Se Vê, Samba a Dois e De Onde Vem a Calma. O objetivo da orquestra é popularizar a música clássica e torná-la menos “sisuda” para o chamado “ouvinte médio”. “A orquestra é um organismo, que vive se readaptando e se reinventando, até mesmo para poder se comunicar com esse público que esgota uma bilheteria em poucos minutos. Como fazer isso? É possível. A gente chega ao palco de forma despojada, mais solta, brincando, se aproximando do público. Lidamos com isso como artistas que somos. O importante é mostrar que podemos nos comunicar com públicos e lugares diferentes”, diz Felipe Prazeres, o regente assistente e Spalla da Orquestra Petrobrás Sinfônica.

O que era para ser só um projeto experimental acabou virando um segmento oficial dentro da temporada da Opes. A proposta foi batizada de Mundo Pop. Dentro dele, está previsto, por exemplo, o lançamento de EPs de samba e reggae.

VENTURA SINFÔNICO

Teatro Bradesco. Rua Palestra Itália, 500, 3º piso; telefone 3670-4100. 6ª e sáb., às 21h. R$ 100 / R$ 180

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.