Orquestra e vozes afinadas em homenagem a Tom Jobim

Quatro belas vozes, um repertório declássicos e arranjos camerísticos modelam a Homenagem a TomJobim, que vai ter lugar só nesta quarta-feira no Credicard Hall, comuma versão carioca no dia 24 no Claro Hall. A orquestra decâmara que acompanhará Ney Matogrosso, Zizi Possi, Zé Renato eRoberta Sá terá 21 músicos sob a direção do violonista MárioAdnet, idealizador do projeto. No roteiro há uma predominânciade canções amorosas de Tom, que completaria 80 anos no dia 25 dejaneiro de 2007. Entre elas clássicos como "Insensatez","Retrato em Branco e Preto", "Falando de Amor", "Eu te Amo" e"Por Causa de Você", além de temas menos populares como "Valsado Porto das Caixas" e "Imagina", dois dos números instrumentaisdo show. "Montei esse roteiro pensando primeiro na instrumentaçãocamerística, depois no repertório que cabia nisso, criandoarranjos sempre dentro do que o Tom concebeu", diz Adnet, quevem de outra experiência bem-sucedida no gênero, o projeto JobimSinfônico, e marca sua estréia como regente nesta homenagem. Comisso, acaba revelando novas nuances das canções, de maneira quemesmo as mais conhecidas têm sabor de novidade. Os intérpretesfarão solos, duetos e depois se juntarão para um grand finale. Oshow vai ser registrado para provável exibição na TV (CanalBrasil) e lançamento em CD e DVD. Homenagem a Tom Jobim. Credicard Hall (3.800 lug.). Avenida Nações Unidas, 17.955, (11) 6846-6010. Amanhã, 21h30. R$ 40 a R$ 80

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.