Orquestra argentina toca em Campos do Jordão

Após passar por um processo de reformulação estrutural, a Orquestra do Teatro Argentino, um dos mais tradicionais da capital Buenos Aires, vai interpretar, sábado, em Campos do Jordão, a Sinfonia n.º 2 (Ressurreição) do austríaco Gustav Mahler.Sob a regência de Javier Logioia, a orquestra, acompanhada do coro dirigido por Luis Clemente, vai interpretar a peça de Mahler também no domingo, na Sala São Paulo. Como solistas, a soprano Maria Bugallo e a meio-soprano Cecilia Jakubowicz.Construído em 1885 pelo arquiteto italiano Leopoldo Rochi, o Teatro Argentino teve seu diretor alterado e passou por uma reestruturação física que consistiu na reforma dos dois auditórios: o menor, com 600 lugares, já foi reinaugurado e o maior, com capacidade para 2 mil pessoas, será entregue ao público argentino ainda este ano.31.º Festival de Inverno de Campos do Jordão. Sexta-feira, às 21 horas: Orquestra Sinfônica de Campinas, no Auditório. R$ 10,00. Sábado, às 12 horas: Guga Stroeter e Orquestra Heartbreakers, na Praça. Grátis. Às 21 horas: Orquestra e Coro do Teatro Argentino, no Auditório. R$ 10,00. Domingo, às 12 horas: Trovadores Urbanos, na Praça. Grátis. Às 17 horas: Cisne Negro Cia. de Dança, no Auditório. R$ 5,00. Auditório Cláudio Santoro. Avenida Doutor Arrobas Martins, 1.880. Praça do Capivari. Avenida Macedo Soares s/n.º. Até 30/7.Em São Paulo: Coro e Orquestra do Teatro Argentino de la Plata. Domingo, às 18 horas. De R$ 20,00 a R$ 50,00. Sala São Paulo. Praça Júlio Prestes, s/n.º, tel. 3337-5414.

Agencia Estado,

20 de julho de 2000 | 19h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.