Orquestra alemã se apresenta hoje na Sala São Paulo

Depois de se apresentar no Auditório Ibirapuera, a Orquestra Sinfônica da Rádio WDR de Colônia estará, hoje e amanhã, na Sala São Paulo. Hoje, o público confere Carnaval: Abertura, de Antonin Dvorák, Concerto para Violino, de Alexander Glazunov e a Sinfonia n.º 5, de Tchaikovsky. Amanhã, a orquestra substitui Tchaikovsky pelas Danças Sinfônicas, de Rachmaninov. Ontem, mais de 8 mil pessoas não se incomodaram com o frio e o tempo nublado da manhã e foram ao parque para ver a apresentação da orquestra. O público foi recorde para o auditório, segundo a administração. Sentados na grama, crianças, adolescentes e idosos apreciavam Verdi, Pietro Mascagni, Antonín Dvorák , Tchaikovsky, Wagner, Aran Ilyich Katchaturian e Edward Elgar. O repertório, mais popular que o das outras duas apresentações que a orquestra fará em São Paulo, foi escolhido exatamente para atrair o público. Até mesmo os cachorros que muitos trouxeram para passear no Ibirapuera se comportaram, quando a guilhotina de 20 metros do auditório se abriu para o gramado. A apresentação foi a primeira da temporada 2006 planejada pelo Mozarteum Brasileiro. "Esses espetáculos gratuitos são muito importantes para formar público. Tem muita gente que descobre o amor pela música nessas situações", disse a presidente da associação, Sabine Lovatelli. Apaixonada pela música erudita, ela assistiu parte da apresentação da coxia e parte no gramado. Este ano, a entidade completa 25 anos de atividade e já programou oito concertos. Entre as atrações estão o pianista Rudolf Buchbinder, o violinista letão Gidon Kremer, a soprano Felicity Lott e a Orquestra Sinfônica da Rádio Frankfurt. Ao longo de sua história, o Mozarteum Brasileiro já realizou 877 espetáculos, sendo 29 ao ar livre e 375 com entrada gratuita. A presidente da entidade ficou feliz ao saber que o público havia sido recorde. "Não há sala de concerto em São Paulo que consiga acolher tanta gente. É a democratização da música", afirmou. Até ontem, a maior platéia externa foi registrada no dia 9 de outubro de 2005, quando o auditório foi aberto pela primeira vez ao público, com o show Saudades do Brasil. Na data, a Guarda Civil Metropolitana estimou em torno de 5 mil pessoas no público. Freqüentadora assídua dos shows no parque, a assessora editorial Suzane Venutianer levou até uma cadeira de praia para ficar mais confortável. "Sempre que posso, venho. Aqui é melhor que no teatro", afirmou. A única reclamação foi a dificuldade para estacionar. "Quase perdi o começo da apresentação." A poucos metros dela, outra família estendeu uma grande toalha na grama para ouvir o concerto. "É difícil ir ao teatro com as crianças. Aqui não há tanta necessidade de silêncio e eles têm espaço para andar e se distrair", afirmou a gerente comercial Ana Cláudia Plihal, que levou os filhos Henrique, de 3 anos, e Carolina, de 1 ano, para ver o espetáculo. "Eles se comportaram direitinho." Orquestra Sinfônica da Rádio WDR de Colônia. Sala São Paulo. Praça Júlio Prestes, S/Nº, tel. 3337 5414. Hoje e amanhã, às 21 horas.Matéria alterada às 14h46

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.