Ópera fascina público de festival de rock britânico

A ópera As Valquírias, de Richard Wagner, interpretada pela English National Opera, levantou o público do tradicional festival de Glastonbury, no interior da Inglaterra.Foi a primeira vez na história do festival que cantores de ópera participaram do evento. A companhia se apresentou no palco principal.A Cavalgada das Valquírias, terceiro ato da ópera As Valquírias, conta a história de uma mulher mítica que carregava heróis mortos para o céu de Valhalla.Os 75 minutos de ópera foram interpretados por cerca de 91 músicos e 11 solistas e começaram com cinco minutos do tema principal ? conhecido por muitos por causa do filme Apocalipse Now.Repercussão - "Foi muito legal", disse Kathie Woo, de 16 anos. "Eu não estava seguindo a história, mas olhando para os cantores, que realmente têm presença no palco.""Foi uma ótima maneira de começar o dia", acrescentou Kieran Moodley, também de 16. "Essa apresentação me incentivaria para ir assistir a uma ópera completa se não fosse tão caro.""Agora eu realmente iria a uma ópera se alguém me desse as entradas", concordou Sophie Gowen, de 15 anos."Eu já havia visto algumas óperas, mas não em um festival. Foi ótimo, realmente especial", disse Hayden Tomlins, de 22 anos.Os telões nas laterais do palco traziam legendas do que estava sendo cantado na ópera.Para Kerry Manson, de 43 anos e fã de ópera, a organização do festival foi "fantástica". "Eles fizeram um festival para pessoas de todas as idades", disse ela. "Foi uma ótima introdução ao mundo da ópera para os novatos.""Foi uma celebração inovadora entre música e cultura. Os integrantes da ópera pareceriam fora de lugar em qualquer outro lugar do mundo, mas não aqui", disse Hannah Fleming, de 32 anos.Além de ópera, o último dia do festival, marcado por chuva forte, também contou com a presença da banda de rock Muse e dos cantores James Brown e Morrissey.Segundo a polícia, os problemas foram "consideravelmente baixos" neste ano se comparados a 2003. Apenas duas queixas de roubo foram registradas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.