Ópera de Dallas
Ópera de Dallas

Ópera de Dallas lança serviço de streaming com conteúdo original e de acervo

Por US$ 4,99, será possível ver óperas, recitais e outras produções digitais

Ronald Blum, AP

27 de abril de 2021 | 10h05

A Ópera de Dallas está começando um serviço de streaming por assinatura onlineThedallasopera.tv foi lançado nesta segunda-feira, 26, com um recital da mezzo-soprano Isabel Leonard e Vanished, um filme de arte em três partes com o tenor Russell Thomas, o contratenor John Holiday e música de Gluck, Monteverdi e Janacek. Além disso, The Heart of the Song, com os tenores Javier Camarena, Rolando Villazon e David Lomeli, estará disponívele entre os dias 25 e 31 de maio.

O conteúdo incluirá produções completas, incluindo uma encenação em 2019 de A Flauta Mágica, de Mozart, em uma produção de Peter Hall de 1999 estrelando Morris Robinson, Andrea Carroll, Jeni Houser e Paolo Fanale.

O custo é de US$ 4,99 mensais, com conteúdo premium disponível também a la carte.

"Queríamos nos estabelecer como uma companhia de ópera de duas vias, e isso nos dá a capacidade de não ter apenas o que temos no palco, com nossas produções principais, mas também a oportunidade de nos apresentarmos para um público global'', disse o diretor geral do Ópera de Dallas, Ian Derrer.

O conteúdo estará disponível na rede tdo, que foi lançada em fevereiro do ano passado com uma programação relacionada à música e que inclui entrevistas em formato de talk-show com o diretor musical Emmanuel Villaume, um programa de culinária com a soprano Elza van den Heever e Late Nite With Liz, com a soprano Elizabeth Sutphen.

"Vamos poder dar às pessoas uma visão sobre suas vidas pessoais '', disse Derrer. David Lomeli, tenor que é consultor artístico da empresa e foi nomeado recentemente como diretor artístico da Ópera de Santa Fé, disse que cerca de 300 horas de conteúdo estarão disponíveis no início.

"Queremos mostrar os bastidores e a experiência dos fãs", disse ele. "E estamos planejando conteúdo original digital, com minisséries ou recitais e apresentações musicais dirigidas exclusivamente para a tela."

O modelo da Ópera de Dallas é diferente do Metropolitan Opera on Demand, um serviço de assinatura de conteúdos em vídeo e áudio relacionados a performances já realizadas, ou da Ópera de Viena, que lançou um serviço de exibição diária de balé.

 

Tudo o que sabemos sobre:
músicastreamingóperamúsica erudita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.