Offspring traz seu punk fino para o Brasil

O Offspring inicia as comemorações dos seus 20 anos de punk fino para as massas no Brasil, tocando em Porto Alegre, São Paulo (hoje e amanhã) e Rio de Janeiro - e depois em Caracas, Bogotá e na Cidade do Panamá. A bordo do seu sétimo álbum, Splinter, eles trazem consigo um novo baterista (Josh Freese, ex-Perfect Circle e The Vandals), que substitui Ron Welty. A banda já vendeu 32 milhões de discos em sua carreira. Atualmente, além de ter emplacado um novo hit no dial das rádios de todo o planeta, Hit That, o Offspring já trabalha num novo disco. Ao fim dessa turnê, eles entram em estúdio para gravar o primeiro grande álbum retrospectivo da carreira. "Estamos trabalhando nisso, é o que gostaríamos de lançar, mas ainda não é 100% certo", disse ao Estado o vocalista Dexter Holland, um dos fundadores do grupo. Outra coisa já definida é que o disco terá muitas canções novas e "umas duas" covers do The Police, a banda de Sting. Os garotos do Offspring, como milhões de outros, são fãs de carteirinha dos Ramones e, no ano passado, ao lado de gente como U2, Eddie Vedder, Red Hot Chili Peppers e Pretenders, integraram a coletânea We?re a Happy Family, gravada em tributo à banda nova-iorquina. Ao Offspring, coube a tarefa de encarar um dos maiores sucessos dos Ramones, I Wanna Be Sedated. Splinter, o disco mais recente do Offspring, que sucedeu o bem-sucedido Conspiracy of One (2001) reafirma sua habilidade em lidar com música, no limite entre a fúria e a pura diversão, como na canção The Worst Hangover Ever, reggae-ska levíssimo, sobre garotos e excessos etílicos. Essa mistura bem-equilibrada parece ser o segredo da longevidade de uma banda que não é exatamente obcecada pela originalidade.É a terceira vez que o Offspring toca na América do Sul, mas a primeira em lugares como Venezuela e Colômbia, o que os deixa ainda mais motivados. "Sempre encontramos aqui uma platéia muito louca, que dança e pula durante todo o show e mostra muita disposição. Música é energia", define.Offspring - 16 anos (14 e 15 anos acompanhadas dos pais ou responsáveis). Credicard Hall (5.600 lug.). Av. Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro, 6846-6010. Hoje e amanhã, às 21h30. R$ 80 a R$ 200. Cc.: D, M, V. Estac.: R$ 15. www.credicardhall.com.br. Até amanhã

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.