Rob DeMartin via The New York Times
Rob DeMartin via The New York Times

Obama e Bruce Springsteen lançam podcast no Spotify

'Renegades: Born in the USA', que terá oito episódios no total, é uma reflexão sobre a situação nos Estados Unidos e as possíveis formas de unir um país dividido

Agências, AFP

22 de fevereiro de 2021 | 17h27

NOVA YORK, EUA - Um novo podcast com uma conversa entre o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama e o cantor Bruce Springsteen foi lançado nesta segunda-feira, 22, no Spotify. Dois episódios já estão disponíveis na plataforma de áudio.



Renegades: Born in the USA, que terá oito episódios no total, marca a entrada dessas duas personalidades no mundo dos podcasts, onde até então só haviam feito algumas participações especiais.

"Superficialmente, Bruce e eu não temos muito em comum", disse Obama. "Ele é um cara branco de uma pequena cidade em Nova Jersey. Sou um cara negro, mestiço, nascido no Havaí. Ele é um ícone do rock. Eu... não sou tão legal assim", acrescentou.

Os dois se conheceram durante a campanha presidencial de Obama em 2008 e se tornaram amigos desde então.

Recentemente, eles se encontraram por alguns dias em Nova Jersey para gravar o programa, que é uma reflexão sobre a situação nos Estados Unidos e as possíveis formas de unir um país dividido.

"O que descobrimos durante essas conversas é que ainda compartilhamos uma crença fundamental no ideal americano, não como um sentimento de nostalgia, mas como uma bússola para o trabalho árduo que temos pela frente", afirmou o ex-presidente de 59 anos.

Por meio do diálogo, que foi em parte filmado, "encontramos algumas respostas, aprendemos umas coisas, rimos e tomamos alguns drinks", acrescentou.

Obama segue, assim, o modelo de sua esposa, Michelle, cujo podcast foi um dos grandes sucessos do ano passado, incluindo um programa com a participação do marido.

Em dezembro, o Spotify anunciou, ainda, uma parceria com o Príncipe Harry e sua esposa, Meghan, que irão produzir uma série de podcasts para a plataforma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.