Oasis volta com o álbum "Don´t Believe the Truth"

O Oasis, banda dos encrenqueiros irmãos Noel e Liam Gallagher está de volta. Sai hoje em todo o mundo Don´t Believe the Truth (que significa Não Acredite na Verdade), melhor disco do Oasis desde Be Here Now, de 1997. Depois dos mornos Standing on the Shoulder of Giants (2000) e Heathen Chemistry (2002), o Oasis acertou a mão. Não há nada de novo no som, que continua uma homenagem declarada aos riffs de guitarra dos Stones e às melodias vocais dos Beatles. Mas como um disco médio do Oasis já é melhor do que grande parte da produção musical mundial, os fãs podem comemorar. Em relação aos Beatles, outra curiosidade: no lugar do baterista Alain White, o Oasis recrutou ninguém menos que Zak Starkey, filho de Ringo Starr. Starkey foi ´roubado´ da banda The Healers, power trio de Johnny Marr, ex-Smiths. Mas tudo em casa: assim como os Gallagher, Marr é de Manchester e já tocou ao vivo com o Oasis.Outra novidade no CD são as composições de Liam, já que Noel costumava compor praticamente todo o material da banda. Liam assina Love Like a Bomb, The Meaning of Soul e Guess God Thinks I´m Abel (Acho que Deus Pensa que sou Abel), uma balada com título estranho e melodia parecida com I Wanna Be Your Man, primeiro single dos Rolling Stones (ironicamente, um presente dos compositores Lennon-McCartney a Mick Jagger). Se Liam passou a compor mais, Noel também passou a cantar mais. Na ótima Mucky Fingers, sua voz combina bem com o som que mistura Stones e The Jam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.