Rich Fury/Invision/AP, File
Rich Fury/Invision/AP, File

'O show em São Paulo é um dos meus favoritos', diz vocalista do Alabama Shakes

Brittany Howard lembra com carinho da turnê do grupo por São Paulo e promete uma nova passagem pelo País

Entrevista com

Brittany Howard

Pedro Antunes, O Estado de S. Paulo

21 de abril de 2015 | 03h00

Entre os dois últimos dias de maio e início da abril de 2013, o Alabama Shakes fez uma rápida passagem pelo Brasil. Foram três shows, em três dias seguidos. Dois em São Paulo, como atração do festival Lollapalooza e na casa de shows Cine Joia, e um no Rio de Janeiro, no clássico Circo Voador. A experiência do grupo por aqui deixou uma boa impressão na vocalista e guitarrista do grupo Brittany Howard. 

Questionada se voltaria ao País, desta vez com o novo disco, Sound & Color, ela traz as lembranças à tona. “É ótimo você me perguntar isso”, começa. “Um dos meus shows favoritos foi em São Paulo”, conta ela. No festival ou no Cine Joia? “No clube. Esse show realmente ficou marcado em mim. Foi tudo ótimo, o público estava incrível.” 

Naquela noite de 31 de março, um domingo, o Shakes foi atração de uma das Lolla Parties, shows de artistas do festival fora da arena – na época, ainda montada no Jockey Club. Um show quente, com o público espremido para presenciar, principalmente, a sempre visceral performance da vocalista. 

O grupo atrasou para subir ao palco e só o fez quase um par de horas depois do programado. O Pearl Jam, que fechava o Lollapalooza lá no Jockey, já havia encerrado a apresentação quando Brittany e companhia surgiram para os fãs no Cine Joia. Nem mesmo o horário tardio atrapalhou o ânimo. O grupo tocou 18 músicas, entre a apresentação normal e o bis e todas as principais canções daquele primeiro disco, Boys & Girls, lançado um ano antes, estavam lá. Vieram Rise to the Sun, Hold On, Always Alright e I Found You, uma das grandes canções de amor de 2012. 

Os outros dois shows no Brasil não ocupam um lugar tão especial nas memórias de Brittany, mas ela garante que a nova turnê incluirá uma passagem do grupo pelo Brasil. 

Em 2012, para divulgar o álbum de estreia, lançado por aqui pelo selo LAB344, Brittany falou com o Estado e o Jornal da Tarde. Em ambas, afirmava que a América Latina e o Brasil estariam na agenda. Desta vez, ainda há uma interrogação. “Preciso dizer que ainda não sei, mas tenho certeza de que acontecerá.” Lembrada das entrevistas anteriores, nas quais prometeu e cumpriu, Brittany não hesitou. “Eu prometo, então. Pode colocar em caixa alta".

Tudo o que sabemos sobre:
Brittany HowardAlabama Shakes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.