O rapper milionário 50 Cent faz show em SP

Ele tem nove cicatrizes de balas nocorpo e algumas outras tantas de facadas. Preso e indiciado emalgumas oportunidades, Curtis Jackson já revidou diversas vezes.A última foi em fevereiro, em New Jersey, onde andou dando unstiros de revólver a esmo. Apesar da pouca idade (tem 28 anos), éum homem marcado - não só pela violência e pelo crime, comotambém pelo sucesso. Curtis Jackson é o nome real do rapper mais influentedos Estados Unidos no momento, apelidado de 50 Cent (lê-se fiftycents). Por ironia do destino, 50 Cent é agora um homem rico.Seu disco de estréia, Get Rich or Die Tryin (Fique Rico ouMorra Tentando) vendeu mais de 10 milhões de exemplares. Em sua edição de agosto, a revista Q o elegeu um dosdez artistas mais importantes dos Estados Unidos na atualidade.E o desenho animado cult Os Simpsons acaba de ter um episódioproduzido com 50 Cent como convidado especial, Pranksta Rap (queestréia só no ano que vem). Uma honraria que, até agora, sótiveram Stones, U2, Aerosmith e Michael Jackson. 50 Cent e seu coletivo de hip hop, o G-Unit, tocam emSão Paulo, no Pacaembu, no dia 18, numa jornada que terá aindaMarcelo D2, O Rappa, Negra Li e Rappin´ Hood. O controversorapper 50 Cent (que está lançando amanhã, pelo seu selo, odisco Straight Outta Cashville, de Young Buck, do G-Unit)falou com a reportagem, por telefone, na semana passada, de NovaYork.Você levou nove tiros e algumas facadase sobreviveu. Você ficou mais próximo das coisas espirituaisdepois disso tudo?Algumas coisas simplesmente não têmexplicação. Isso é mais do que sorte, você não acha? Depoisdaquilo, não fiquei mais espiritualista nem nada disso. Eu mesinto apenas como se tivesse uma razão a mais para viver. Sintoalgo mais positivo em viver.No mundo todo, você tem uma reputação deencrenqueiro. O que você pensa disso?Todo mundo tem uma opinião, mesmo sem saberexatamente sobre o quê. Eu tive problemas no meu passado, nãofoi uma vida normalzinha. Eles não me conhecem e falam sobreminha vida. Não sabem quem eu sou.E quem é 50 Cent, em suas palavras?Apenas um jovem sujeito que montou um selopara lançar artistas criativos, o G-Unit Records. Fiz um discoque vendeu milhões de cópias em apenas uma semana. Tenho umpassado violento, que vai ser contado em um filme. Dei aosprodutores de A Família Soprano a história da minha vida e vãofilmá-la. Também tenho um novo disco que está para ser lançado.O que você costuma ouvir em casa? Hip hop?Gosto de jazz e soul music. Mas só da velhaescola: Stevie Wonder, Marvin Gaye. Um monte do que se faz nohip hop hoje vem desse som. Música é reciclagem. Admiro RayCharles, foi o maior performer de todos, mas não tenho nenhumdisco dele em casa.Ouviu o novo disco dos Beastie Boys? O que achou?Eles são incríveis. Antes mesmo de minhaestréia em disco, costumava conversar muito com eles. BeastieBoys e Run DMC estavam presentes no início de minha carreira, eeu os respeito. O novo disco deles é o máximo.Como será esse novo disco?O primeiro foi um álbum muito ligado à minhaexperiência de vida naquela época. O novo será diferente. Desdeentão, tive a oportunidade de ir a muitos lugares, conhecimuitas pessoas e culturas. O novo disco vai refletir isso. NosEstados Unidos, nós somos conhecidos, temos grandes platéias.Muito underground. Sei que, no Brasil, somos underground. Então,vamos tocar com muita energia, tudo que temos no repertório ecanções do novo álbum também.O que você achou de ser homenageado pelos Simpsons?Gosto do desenho, mas não vejo muito, nãoacompanho os episódios. Outro dia, estava em Glasgow (Escócia) eestava passando, mas não entendi nada. Eles falavam em outralíngua (risos).Chimera Music Festival. 50 Cent. 18 de setembro.Estádio do Pacaembu (Pça. Charles Miller, s/nº). 20h. Ingressosna bilheteria do estádio e no Morumbi, Canindé e Ginásio doIbirapuera (de seg. a sáb., das 11h às 17h), ou pelowww.ingressofacil.com.br. De R$ 30 e R$ 100. Até quinta, compromoção (desconto de até 40% para quem levar um quilo dealimento não-perecível)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.