O polêmico casamento de Lennon e Yoko Ono completa 50 anos; veja 7 fatos marcantes sobre o casal

O polêmico casamento de Lennon e Yoko Ono completa 50 anos; veja 7 fatos marcantes sobre o casal

O ex-beatle, que foi morto em 1980, e a artista plástica completariam 50 anos de casamento nesta quarta-feira, 20

Adriana Del Ré, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2019 | 09h00

O ex-beatle John Lennon e a artista plástica Yoko Ono completariam 50 anos de casamento nesta quarta-feira, 20. 

A convivência entre os dois, no entanto, foi abreviada pelo assassinato de Lennon, morto com quatro tiros pelo obcecado fã Mark Chapman, na frente do Edifício Dakota, em Nova York, onde eles moravam, em 8 de dezembro de 1980.

A vida a dois rendeu parcerias musicais, momentos históricos e também polêmicas. Do relacionamento do dois, nasceu Sean Lennon, hoje com 43 anos. Yoko atualmente tem 86 anos e mora nos EUA.

Veja 7 fatos marcantes sobre a vida do casal: 

1 - De família rica, Yoko Ono, artista plástica japonesa radicada nos EUA, conheceu John Lennon, quando ele ainda estava nos Beatles em 1966, quando o músico visitou uma exposição sua na Galeria Indica, em Londres. Passou a ser admirador da obra dela e, em 1969, se separou de sua mulher, Cynthia, com quem tinha o primogênito Julian, e se casou com Yoko. Até hoje, reza a lenda que Yoko foi a pivô da separação dos Beatles – acusação essa que já foi desmentida por Paul McCartney em entrevista que deu em 2012.


2 - Os dois decidiram oficializar seu relacionamento em 20 de março de 1969, em Gibraltar, território britânico no sul da Espanha. Foi exatamente 8 dias depois do casamento de Linda e Paul McCartney, que formalizaram sua união em um cartório no dia 12 de março. Como Yoko e Lennon não podiam se casar na Inglaterra por causa da documentação da Yoko, eles partiram em busca de lugares onde o processo fosse mais rápido, até optarem por Gibraltar, por indicação por um funcionário da Apple Records. É famosa a sequência de fotos em que o casal exibe sua certidão de casamento. Para a cerimônia, Yoko deixou o tradicional vestido de lado e usou minissaia e tênis. 


3 - Yoko e Lennon decidiram passar a lua de mel no Hotel Hilton, em Amsterdã. Ali, mais especificamente na cama do quarto 702, eles iniciaram um protesto pacífico contra a Guerra do Vietnã. A imprensa tinha livre acesso ao quarto, para fotografar e fazer fotos deles, no episódio que ficou conhecido mundilamente como Bed-in. O segundo Bed-in no Hotel Queen Elizabeth, em Montreal, onde o casal gravou o hino pacifista Give Peace a Chance


4 - Os dois se separaram temporariamente durante um ano, em meados dos anos 1970. Durante esse período, ele namorou com a jovem May Pang. Esse breve relacionamento, segundo o jornalista Ray Connolly, teria sido incentivado pela própria Yoko, diante de sua incapacidade de administrar seu casamento. 


5 - Vindo de uma relação distante com seu primogênito, Julian, John Lennon quis agir diferente com seu filho Sean, o único que teve com Yoko. Após o nascimento de Sean, em 1975, ele decidiu se dedicar mais ao filho mais novo, deixando a carreira de lado. Ele ficou sem lançar discos entre 1975 e 1980. Em seu último disco feito com Yoko, Double Fantasy, lançado poucos dias antes de sua morte, Lennon dedicou a Sean a bela canção Beautiful Boy (Darling Boy).  

 


6 - A renomada fotógrafa Annie Leibovitz tirou a icônica foto de Lennon, nu, abraçado Yoko, que estampou a capa da revista Rolling Stone. Annie contou, mais tarde, que Lennon queria fazer a foto com Yoko a seu lado, mas ela não queria tirar a roupa. “Quando eles se deitaram juntos e John estava nu, enrolado contra ela vestida, ele parecia muito mais vulnerável", lembrou Leibovitz. Horas depois, naquele mesmo dia 8 de dezembro de 1980, ele seria assassinado. 


7 - Só em 2017, é que a clássica música Imagine foi oficialmente atribuída também a Yoko. Até então, a autoria da canção era creditada apenas a Lennon. Imagine integra o disco homônimo de John Lennon, de 1971. A revelação foi feita graças a uma entrevista de áudio do próprio Lennon dizendo ‘Imagine deveria ter sido creditado como uma música de Lennon/Ono’. Afinal, além de compartilharem a vida em casal, os dois eram também parceiros na música. 

 

Mais conteúdo sobre:
John LennonYoko Ono

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.