N.W.A, Chicago e Deep Purple vão entrar no Hall da Fama do Rock and Roll

Cheap Trick e Steve Miller completam a lista de 2016; Smiths ficou de fora

Jill Serjeant, Reuters

17 de dezembro de 2015 | 13h49

NOVA YORK (Reuters) - O grupo californiano de rap N.W.A, a banda de metal britânica Deep Purple e o grupo de rock-pop Chicago estão entre os músicos escolhidos para ingressar no Hall da Fama do Rock and Roll em 2016, anunciaram os organizadores nesta quinta-feira, 17.

O cantor Steve Miller, que passou por vários gêneros, do blues ao pop, e a banda de rock dos anos 1970 Cheap Trick completam a lista dos cinco homenageados em 2016, escolhidos por fãs e mais de 800 eleitores da Fundação Hall da Fama do Rock and Roll.

Artistas podem ser eleitos para ingressar no Hall da Fama do Rock and Roll 25 anos após o lançamento de seu primeiro disco.

A cantora pop Janet Jackson, a banda inglesa de rock progressivo Yes e o conjunto The Smiths estavam na lista submetida à votação, mas não conseguiram a pontuação necessária.

O N.W.A, formado por cinco rappers, incluindo Dr Dre e Eazy-E, do conturbado bairro de Compton, em Los Angeles, revolucionou o cenário musical em meados da década de 1980 com letras focando na violência, criminalidade e sentimentos contra a polícia que os próprios rappers vivenciaram enquanto cresciam.

Eles venderam mais de 100 milhões de álbuns e sua história foi narrada no filme de sucesso deste ano Straight Outta Compton – A História do N.W.A, indicado para o prêmio do sindicato dos atores.

O Deep Purple, formado na Inglaterra em 1968, é considerado pioneiro do metal ​​graças aos seus ensurdecedores shows ao vivo, álbuns inovadores e a emblemática faixa Smoke On The Water.

Ouça uma playlist com sucessos das bandas:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.