Roberta Pennafort/AE
Roberta Pennafort/AE

Novo grupo da OSB estreia daqui a um mês

Passada a crise, músicos readmitidos terão jovem regente

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

17 de novembro de 2011 | 17h46

Trinta e sete músicos que haviam sido demitidos da Orquestra Sinfônica Brasileira no fim de março e que foram readmitidos em setembro voltam a se apresentar daqui a um mês, agora como integrantes da OSB Ópera e Repertório. Eles terão como regente Daniel Guedes, violinista de 34 anos que se apresenta como solista com a OSB desde os 13 anos, e que esteve, como convidado, à frente das sinfônicas de Campinas, da USP e da Bahia. A indicação de seu nome foi dos próprios instrumentistas.

Os ensaios começam dia 6 de dezembro no Clube Israelita Brasileiro, em Copacabana, e os primeiros concertos estão marcados para o Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio, dias 16 e 17 (duas récitas cada, às 12h30 e às 19 horas), e a Igreja da Candelária, dia 18, este com a regência de Carlos Moreno. São concertos de Natal, com repertório que passa por compositores como Corelli, Haendel e Schubert e os brasileiros Ernani Aguiar, Radamés Gnattali e Villa-Lobos.

"É para terminar esse ano com o astral bom. Acompanhei de perto a crise, vivenciei o drama de alguns amigos. O desfecho foi bom para todo mundo, para eles e para a comunidade musical do Rio de Janeiro", avalia Guedes. Para ele, que iniciou seis anos atrás a carreira de regente, é um grande passo. Para os músicos, é o encerramento de um ano muito difícil, em que praticamente não tocaram. "Nesse repertório, cada músico é muito importante, há vários pequenos solos, o que é extremamente motivador", acredita Guedes.

O violinista Luzer Machtyngier, da comissão de músicos, disse que o conjunto está animado com os novos rumos. "Queremos tocar, trabalhar. Se não estamos com o outro conjunto, se a unificação dos dois corpos não está acontecendo, é porque o acordo (entre músicos e Fundação, que pôs fim à crise) prevê que nosso grupo não trabalhe com o maestro Roberto Minczuk (titular da OSB)". A OSB fecha a temporada 2011 com três concertos em dezembro, no Teatro Municipal do Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
OSBOrquestra Sinfônica Brasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.