Novo diretor musical abre 235a temporada do teatro Bolshoi

Por Amie Ferris-Rotman

REUTERS

21 de setembro de 2010 | 17h04

MOSCOU, 21 de setembro (Reuters Life!) - O famoso Teatro Bolshoi da Rússia abriu na terça-feira sua 235a temporada, apresentando um novo diretor musical e encerrando mais de um ano de disputas internas que vinham semeando o caos sobre seu futuro.

"Vim para o Bolshoi para um período seriamente longo", disse a jornalistas o maestro grisalho Vasily Sinaisky, falando em uma sala com paredes de mármore adjacente ao prédio principal do teatro, que está passando por uma grande reforma de 1 bilhão de dólares.

Sinaisky é hoje regente de orquestras finlandesas e britânicas. Seus quase 40 anos de experiência formam um contraste com o compositor russo Leonid Desyatnikov, que foi diretor musical temporário da companhia após a saída repentina de seu predecessor, em julho de 2009.

Alexander Vedernikov demitiu-se repentinamente após uma carreira de oito anos no Bolshoi, alegando divergências burocráticas.

Quando Desyatnikov, que compôs óperas e músicas para filmes, foi diretor musical do Bolshoi, ele teve cinco regentes que trabalharam por ele em um sistema de rotação.

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICABOLSHOIDIRETOR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.