AFP
AFP

Nova York homenageia John Lennon com tapeçaria 'submarino amarelo'

Yoko Ono, Bono e The Edge, do U2, marcaram presença no evento

Reuters, O Estado de S. Paulo

30 de julho de 2015 | 15h04

NOVA YORK - Quase 40 anos depois de obter seu green card - documento de residência concedido a estrangeiros que moram nos Estados Unidos - John Lennon foi homenageado em Nova York com uma tapeçaria que mostra Manhattan como um submarino amarelo (nome de um disco dos Beatles) e o falecido músico segurando um sinal da paz no leme.

A viúva de Lennon, Yoko Ono, e os músicos Bono e The Edge, do U2, ajudaram a revelar a obra de arte no Museu Nacional da Imigração da Ilha de Ellis no dia 29 de julho, que foi proclamado "Dia John Lennon" pela prefeitura de Nova York.

"John sabia o quão urgente era (a paz)", disse Yoko no evento. "Mas ele também sabia que aquilo em que acreditamos se torna realidade".

Bill Shipsey, fundador da organização não-governamental Arte pela Anistia, encomendou a tapeçaria como agradecimento a Yoko por ceder à Anistia Internacional os direitos de gravação de versões das canções pós-Beatles de Lennon, ajudando assim a arrecadar dinheiro para o grupo de direitos humanos.

"Durante muitos anos, a Ilha de Ellis foi um símbolo da compaixão dos Estados Unidos com aqueles que chegam às suas praias", declarou Salil Shetty, secretário-geral da Anistia Internacional, em um comunicado à imprensa.

"Temos esperança de que esta linda tapeçaria... sirva como lembrete para ampliar a mensagem de paz e amor de John Lennon a todos aqueles que deixam seus lares em busca de uma vida melhor."

Quatro clássicos de John Lennon

Woman

Mind Games

Jealous Guy

Imagine

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.