Nova York celebra concerto de 12 horas pelo Japão com artistas como Lou Reed

A iniciativa reuniu desde a primeira hora da tarde várias estrelas do porte de Reed

Efe,

10 Abril 2011 | 15h40

NAÇÕES UNIDAS - A Sociedade Japonesa de Nova York celebra neste sábado, 10, concerto de 12 horas de duração com artistas como Lou Reed e o compositor Ryuichi Sakamoto e cujos lucros serão destinados a diferentes organizações que ajudam aos afetados pelo terremoto e o tsunami que atingiu o Japão em março.

 

A iniciativa reuniu desde a primeira hora da tarde várias estrelas do porte de Reed, ícone nova-iorquino do rock que atuou junto a sua esposa, Laurie Anderson, e o saxofonista John Zorn, e os compositores Ryuichi Sakamoto e Philip Glass, que foram se intercalando durante o dia seu talento em favor dos japoneses.

 

O público atendeu com expectativa a atuação de Reed e seus colaboradores frequentes, com especial interesse a participação de Sakamoto, músico, compositor e ator japonês, muito conhecido por seu trabalho em trilhas sonoras de filmes, entre as quais destaque para a do "O último imperador", de Bernardo Bertolucci.

 

Sakamoto também é responsável, entre muitas outras, pela trilha sonora de "De salto alto", do espanhol Pedro Almodóvar, e conta em sua trajetória ainda a composição da música da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992.

 

John Zorn foi o encarregado de organizar a eclética mostra musical. O interesse do público foi imediato. Logo após o anúncio dos artistas os ingressos se esgotaram.

 

Nova York foi palco de diversos atos em favor das vítimas do terremoto e do tsunami, entre os quais destaque para o grande concerto de 27 de março, que contou com artistas como o filho mais novo de John Lennon, Sean, os lendários Sonic Youth, e Mike Patton, vocalista de Faith No More.

Mais conteúdo sobre:
Lou Reed

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.