Nova geração da MPB faz show em SP

A rádio se omite. A TV começa a abrir os olhos. Mas, apesar disso, uma nova geração da MPB produz bons trabalhos e prossegue resistente no circuito alternativo de shows. Amanhã, em espaços diferentes, há dois lançamentos - e exemplos - dessa safra. O compositor e guitarrista Sergio Rossoni apresenta-se com seu grupo, no Teatro Crowne Plaza. No Sesc Pompéia, o sambista Osvaldo Pereira mostra o repertório de Olha Zé, o seu CD de estréia, e dá continuidade ao projeto Prata da Casa.O lançamento de Pescadores, de Sergio Rossoni, marca o início de uma série de espetáculos de qualidade. Ele faz parte do elenco da nova Gravadora Zabumba Records (com distribuição da Eldorado). O selo demonstra ter preocupação especial com a música instrumental popular. A idéia da sua criação surgiu a partir de um trabalho já consistente do estúdio Zabumba, que existe desde 1997.A música de Pescadores foi inspirada em uma viagem ao Ceará, onde o autor conheceu Paulo, um anônimo pescador. O curto convívio com a comunidade daquele cidadão e as histórias contadas por ele despertaram uma interessante e triste reflexão. "Os inúmeros paulos e josés nordestinos, que vivem em busca de sonhos, sem ambições materiais, são como nós, músicos e compositores, que temos também muito a contar e vivemos assim desconhecidos por uma maioria", constata Rossoni.As composições instrumentais de Rossoni retratam um pouco dessa atmosfera cabocla, mas com linguagem autoral, sem propor-se ao resgate. A presença do seu grupo é fundamental para compor essa sonoridade. São eles: Marcelo Mainieri (contrabaixo) Aldo Barreto (bateria), José Henrique Penna (flauta) e Rodrigo Zaidan (piano e teclado).O espetáculo tem ainda a participação do músico Miguel Briamonte que, em breve, lança também seu trabalho pelo selo. No dia 30, Sergio Rossoni e o grupo apresentam-se no Teatro São Pedro.Quarta-feira, também no Crowne Plaza, outro artista da Zabumba Records vai mostrar boa música instrumental. Violonista e compositor, o paulistano André Hosoi lança o primeiro disco, Junina. Rossoni, vem acompanhado de Remo Pellegrini (violão) Luciana Alves (intérprete) Maicira Trevisan (flauta), Pedro Macedo (contrabaixo) e Sérgio Reze (bateria e percussão). O show terá ainda a presença do músico Marcelo Petraglia, que produz o seu álbum.Já na Choperia do Sesc Pompéia, a atração é o show do sambista Osvaldo Pereira. Ele dá continuidade ao projeto Prata da Casa, que tem como objetivo revelar novos talentos. Pereira vai mostrar os sambas bem-humorados - todos de sua autoria - do primeiro CD, Olha Zé, recém-lançado pelo selo Rob Digital. O disco foi produzido pelo compositor Pedro Luiz.Assim como Rossoni e Hosoi, Pereira faz música de qualidade, mas enfrenta dificuldades para produzir e divulgar seu trabalho. Foi ainda vencedor do último Prêmio Sharp, como revelação no samba. Ele será acompanhado por Alessandro Valente (cavaquinho e violão), Rodrigo Sebastian (baixo), Rafael Berendt (violão de sete cordas e guitarra), Alexandre Caldi (sopros), Ricardo Siri (bateria e percussão) e Netinho (percussão).Osvaldo Pereira. Terça, às 21 h. Entrada Franca. Sesc Pompéia. Rua Clélia, 93, tel. 3871-7700Sérgio Rossoni Grupo. Terça, às 21 h. R$ 10,00. Teatro Crowne Plaza. Rua Frei Caneca, 1.360, tel. 289-0985

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.