Reuters / Danny Moloshok
Reuters / Danny Moloshok

Nos três anos da morte do Chester Bennington, fãs relembram seu legado

Vocalista do Linkin Park morreu no dia 20 de julho de 2017, no dia do aniversário de Chris Cornell, que o mundo da música também perdeu apenas dois meses antes

Redação, O Estado de S. Paulo

20 de julho de 2020 | 17h46

Nesta segunda-feira, 20, completam-se três anos da morte de Chester Bennington, ex-vocalista do Linkin Park, e fãs usaram o Twitter para relembrar o legado do cantor, compartilhar suas músicas e prestar homenagens. Os amantes do rock and roll também aproveitaram a data para homenagear outro artista: Chris Cornell. Chester morreu no dia do aniversário de Cornell (que hoje faria 56 anos). O mundo da música também perdeu o vocalista do Soundgarden, apenas dois meses antes.

Os dois eram amigos próximos, e Chester chegou a cantar no funeral de Cornell. Ele fez uma versão de Hallelujah, de Leonard Cohen, para os presentes, em que se incluíam Brad Pitt, Pharrell Williams, Christian Bale e outras numerosas celebridades, muitas das quais levadas às lágrimas.

Em 2017, Bennington, que tinha 6 filhos, foi encontrado por uma funcionária da casa dele com um cinto amarrado no pescoço. A circunstância foi similar à da morte de Chris Cornell, dois meses antes, também por enforcamento – o vocalista do Soundgarden usou uma cinta de ginástica para tirar a própria vida.

A morte do Chester chocou na época não apenas os milhões de fãs espalhados pelo mundo, mas também os companheiros de Linkin Park, que teriam uma sessão de fotos para ajudar a divulgar a próxima turnê ainda no mesmo dia em que ele morreu. Duas horas antes, a banda havia liberado um videoclipe então inédito.

Neste domingo, 19, o canal oficial de Chris Cornell divulgou uma versão sua, também inédita, para a música Patience, do Guns N' Roses. Ouça:

Veja algumas das homenagens dos fãs nas redes sociais:


 


 


 


 

 

Chester Bennington e o cinema: Jogos Mortais e Crank

O vocalista do Linkin Park também participou de filmes do cinema americano, e o mais lembrado pelos fãs é justamente Saw: 3D, o sétimo filme da franquia Jogos Mortais, em 2010. Chester também participou de Crank (2006) e Crank: High Voltage (2009), ao lado de Jason Statham. 

Suas músicas também fizeram a trilha sonora de filmes como Crepúsculo (2008), Transformers (2014) e Miami Vice (2006), entre outros.


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.