Noel Gallagher se mostra decepcionado com Tony Blair

Noel Gallagher, vocalista do grupo britânico Oasis, disse estar decepcionado com o primeiro-ministro de seu país, o trabalhista Tony Blair, apesar de o ter apoiado quando chegou ao poder, em 1997.A foto do artista bebendo e brincando com Blair na festa da vitória do primeiro-ministro em sua residência oficial de Downing Street é uma das imagens mais famosas da "renovação" gerada pelo trabalhismo.Em entrevista publicada hoje pela BBC em sua página de internet, Gallagher diz que o povo pensava que Blair "seria (o ex-presidente americano) John Fitzgerald Kennedy, e assim foi durante um ou dois anos".Mas quase dez anos depois daquela esperançosa vitória nas urnas, o Governo trabalhista, segundo o vocalista, acabou "maculado" pela Guerra do Iraque.O músico do Oasis lamenta que o estilo do chefe do Executivo, que deixará o cargo este ano, tenha se tornado um presidencialista: "Não tenho dúvidas de que atua como um (presidente)".Sua decepção por Blair é acompanhada de um desencanto generalizado com a política, pois também não o convencem o ministro da Economia e possível sucessor do chefe do Governo, Gordon Brown, e o líder da oposição conservadora, David Cameron."David Cameron não é diferente de Blair e Gordon Brown não é diferente de David Cameron", diz o músico.A opinião de Gallagher foi publicada depois de o Oasis, que estourou nos anos 90 com músicas como Wonderwall e Don´t Look Back in Anger, receber nesta quarta-feira o prêmio Brit Awards (o principal prêmio da música britânica) por sua brilhante carreira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.