No Doubt encampa de vez o pop

O No Doubt firma de vez o pé no pop na virada de 2003.A banda californiana, que esta semana foi indicada para trêsGrammys, vai ser uma das atrações do show de intervalo doSuperBowl, um dos eventos mais importantes da TV americana.Depois de encerrar o ano com uma bem-sucedida turnê ao lado doGarbage, o grupo ganha bonecos temáticos e a cantora GwenStefani prepara o lançamento de uma marca de roupas.A apresentação no show do SuperBowl deve trazer uma boa dose deexposição para o grupo, que estourou em 1995 com o discoTragic Kingdom. Representando o lado pop da cerimônia, elesvão estar ao lado de Shania Twain, Dixie Chicks e Santana.No Grammy, em 23 de fevereiro, eles concorrem em trêscategorias: melhor disco pop com vocais (Rock Steady);performance com vocais de dupla ou grupo (Hey Baby); egravação dance (Hella Good). A banda também deu sorte aolendário produtor Nellee Hooper, que vai receber a estatueta deprodutor do ano depois de assinar cinco faixas de RockSteady, e a Roger Sanches, que concorre ao prêmio de melhorremix pop por sua versão de Hella Good.O sucesso vem completar a boa fase do No Doubt, que viu em 2002Stefani ser elevada ao primeiro time de celebridades do pop (elase casou com o cantor do Bush, Gavin Rossdale, de quem eranamorada desde os anos 90, e foi aclamada por seu estilo) e acarreira decolar com o sucesso de Rock Steady, que tevequase 4 milhões de unidades vendidas.A cantora, uma das únicas frontladies dos anos 90 a manter seustatus no novo milênio, planeja para este ano o lançamento deuma grife própria, que vai tentar reproduzir o look que misturapeças esportivas com elementos da moda de rua e itensencontrados em brechós.

Agencia Estado,

10 de janeiro de 2003 | 14h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.