Ney Matogrosso vai receber prêmio especial na cerimônia do Grammy latino

Executivo musical André Midani também será homenageado em novembro, em Las Vegas

O Estado de S. Paulo

01 de julho de 2014 | 11h56

O cantor Ney Matogrosso, junto com outros seis artistas, será homenageado com o Prêmio à Excelência Musical da Academia Latina de Gravação, informou nesta terça-feira, 1º, a instituição. A premiação vai ocorrer no dia 19 de novembro, durante a celebração da 15ª Entrega Anual do Latin Grammy, no Hollywood Theatre, em Las Vegas nos Estados Unidos.

“Estou muito surpreso mesmo e feliz com esse prêmio”, comentou Matogrosso. “Nunca imaginei que a repercussão do meu trabalho chegasse tão longe, que prestassem atenção lá de fora, de forma tão significativa.”. Ainda este ano, ele prepara o lançamento do DVD Atento aos Sinais, seu mais recente projeto. O artista gravou cerca de cinquenta álbuns ao longo de mais de quarenta anos de carreira, desde que se tornou uma sensação como parte do grupo Secos & Molhados nos anos 1970.

O Prêmio à Excelência Musical é escolhido pela diretoria da Academia Latina de Gravação, e é “concedido àqueles que tenham dado contribuições de extraordinária relevância artística no campo da música em suas carreiras”.

Entre os outros grupos e artistas que receberão a homenagem, estão a banda Los Lobos, que mistura música mexicana com pop americano, o cantor e compositor cubano Willy Chirino e o multiartista mexicano César Costa.

Outro prêmio que será oferecido na mesma ocasião é o Prêmio da Junta Diretiva da Academia, “concedido a indivíduos que contribuíram de forma significativa no campo da música, excluindo performances artísticas”.

É o caso do executivo musical sírio radicado no Brasil André Midani. Considerado um dos responsáveis pelo gerenciamento e lançamento da Bossa Nova, tem um largo currículo em empresas de entretenimento e do mercado fonográfico em toda a América Latina. Entre outros, gerenciou e desenvolveu carreiras de Gilberto Gil, Chico Buarque, Elis Regina e Caetano Veloso. Midani também é líder de organizações internacionais, documentarista e curador de projetos artísticos.

“É um prazer enorme receber esse prêmio, que me reaproxima do convívio maravilhoso que eu tive, através dos anos, com a comunidade latino-americana: eu prezo, respeito e amo a sua música”, comentou o executivo.

A Academia Latina da Gravação é uma organização internacional composta por artistas, músicos, compositores, produtores e outros profissionais técnicos e artísticos da gravação em língua espanhola e portuguesa. Segundo a própria, a organização se dedica a melhorar a qualidade de vida e as condições culturais da música latina e de seus criadores.

Tudo o que sabemos sobre:
MúsicaNey MatogrossoGrammy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.