SERGIO CASTRO/ESTADÃO
SERGIO CASTRO/ESTADÃO

Ney Matogrosso: 'Não vou ficar fazendo lives o tempo todo'

O cantor será o próximo entrevistado da série de entrevistas ao vivo 'Na Sala com Julio Maria' em sua primeira aparição desde o início do distanciamento social. A entrevista será nesta quarta, 20, às 17h30, pelo Facebook e o YouTube do 'Estadão'

O Estado de S.Paulo, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2020 | 14h44

A série de entrevistas Na Sala com Julio Maria, com lives sobre novas rotinas e criação cultural no período de distanciamento social, vai receber nesta quarta, às 17h30, o cantor e compositor Ney Matogrosso. Essa será a primeira vez que Ney ressurge desde que teve de interromper a turnê Bloco na Rua para se resguardar da pandemia em seu sítio, na região serrana do Rio de Janeiro. Ney vai falar com o Estadão de seu apartamento, no Leblon, onde passa alguns dias também em confinamento antes de retornar para o sítio.

Além de comentar sobre uma vida que o desafia a se reinventar, mais uma vez, aos 79 anos de idade, Ney vai indicar a audição de um dos álbuns de sua discografia que mais lhe agrada, sugerir a leitura dos dois livros que tem tomado horas de suas tardes nas últimas semanas e falar de como percebe a situação política do País. Em sua primeira entrevista em live, Ney vai dizer também porque decidiu não fazer lives musicais nesse momento. A conversa será exibida pelo Facebook e pelo YouTube do Estadão.  

Tudo o que sabemos sobre:
Ney Matogrossolive musicalmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.