Roberto Filho/Divulgação
Roberto Filho/Divulgação

Ney Matogrosso e Fernanda Takai são os grandes vencedores do Prêmio da Música Brasileira

Maria Bethânia, que abriu e fechou a cerimônia, foi homenageada

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

11 de junho de 2015 | 10h58

RIO - A 26ª edição do Prêmio da Música Brasileira, realizada nesta quarta-feira, 10, no Teatro Municipal do Rio, teve como principais ganhadores os cantores Ney Matogrosso e Fernanda Takai, o bandolinista Hamilton de Holanda e o grupo baiano Ganhadeiras de Itapuã. Eles levaram dois troféus cada.

A homenageada da noite, apresentada pelos atores Alexandre Nero e Dira Paes, foi a cantora Maria Bethânia, que abriu e fechou a cerimônia e emocionou a plateia cantando Carcará, Fera ferida e O quereres. Muito tocada, a cantora disse um belo texto de agradecimento, já presente no show Agradecer e abraçar, que vem marcando seus 50 anos de carreira. 

Ela foi louvada por Caetano Veloso (que lembrou a primeira música sua que a irmã gravou, De manhã, de 1965), Nana Caymmi, Mônica Salmaso, Adriana Calcanhotto, Alcione e Zélia Duncan, entre outros, que apresentaram músicas marcantes de sua trajetória, como Pra dizer adeus, Negue e Rosa dos Ventos. Atores leram textos já incluídos por Bethânia em espetáculos.

O prêmio é o mais abrangente do País. Cento e seis artistas foram indicados em 26 subcategorias, abarcadas em gêneros como MPB, canção popular, instrumental e erudito. Em 26 edições, a premiação já teve como homenageados compositores, como Dorival Caymmi, Luiz Gonzaga e Tom Jobim, e intérpretes, caso de Maysa, Elizeth Cardoso e Jair Rodrigues.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.