Nelson Freire faz dois recitais na Sala São Paulo

Pianista abre nos dias 8 e 9 temporada da Sociedade de Cultura Artística; ouça gravações do artista

João Luiz Sampaio, O Estado de S. Paulo

02 de abril de 2014 | 10h04

O pianista Nelson Freire abre, na semana que vem, com dois recitais, a temporada da Sociedade de Cultura Artística. Nos dias 8 e 9, interpreta o mesmo programa, com peças de Beethoven, Debussy e Chopin. A trinca de compositores está bem representada na recente carreira discográfica do pianista - cada um ganhou um disco, pelo selo Decca. Mas, com Freire, nada é monótono. A imaginação, o toque refinado, o senso de estrutura - suas interpretações mantém sempre características comuns, mas ele não se cansa de nos surpreender a cada recital com leituras diferentes e originais.

Freire completa 70 anos em 2014. E vive um momento especial da carreira. Ao mesmo tempo em que se estabeleceu, no cenário internacional, como um dos mais sólidos intérpretes do chamado grande repertório, eventualmente recupera peças menos conhecidas e as inclui em sua agenda de concertos. É o caso, por exemplo, do Momoprecoce, de Villa-Lobos; ou de Noites no Jardim de Espanha, de Manuel de Falla. Veja abaixo uma seleção de interpretações do pianista.

Beethoven

Trecho da interpretação da "Sonata Waldstein", peça que ele incluiu em seu disco solo dedicado ao compositor.

Chopin

Seus discos dedicados ao autor são muito importantes, uma vez que marcam seu retorno aos estúdios, agora pelo selo Decca. Aqui, ele interpreta o Concerto nº 2 para Piano e Orquestra no Royal Albert Hall, em Londres.

Brahms

O álbum com os dois concertos para piano de Brahms, registrado por Freire ao lado da orquestra do Gewandhaus de Leipzig e do maestro Riccardo Chailly, tornou-se candidato fortíssimo ao posto de melhor gravação das peças.

Debussy

Aqui, a Fantasia para Piano e Orquestra do compositor, em gravação ao vivo feita em 2012 com a Sinfônica de Londres regida pelo maestro Michael Tilson Thomas.

Villa-Lobos

Na edição de 2009 do Festival de Inverno de Campos do Jordão, o pianista interpreta as Bachianas Brasileiras nº 4, de Villa-Lobos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.